Caro visitante,

Reparámos que tem um Ad Blocker (software de bloqueio de publicidade) ativo.

A informação tem valor. O Futebol 365 disponibiliza todos os seus conteúdos de forma gratuita e de livre acesso. Os anúncios ajudam-nos a pagar a informação que consulta todos os dias. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker apenas para o Futebol 365.

Esperamos a sua compreensão.

Obrigado.
Futebol 365
Crónica: Portugal em 'modo treino' despede-se de 2017 com empate
por Manuel Resendes c/Lusa, publicado a 14-11-2017 às 23:36
Portugal empatou (1-1) hoje com os Estados Unidos, num particular de preparação para o Mundial2018 de futebol em que o selecionador Fernando Santos deverá ter tirado poucos registos positivos da sua equipa, que esteve sempre em 'modo treino'.

Em Leiria, a seleção nacional, com muitas novidades no 'onze' em relação à Arábia Saudita (3-0), despediu-se de 2017 com talvez a pior exibição do ano, tal a falta de intensidade e velocidade que apresentou em toda a partida.

Com justiça, McKennie colocou os Estados Unidos em vantagem, aos 21 minutos, mas Antunes respondeu aos 31, registando o seu primeiro golo por Portugal, num verdadeiro 'frango' do guarda-redes norte-americano Horvath.

Os norte-americanos, também sem as suas principais figuras, mostraram-se mais ambiciosos no Estádio Municipal de Leiria e mereciam ter saído de solo luso com a vitória. O guarda-redes Beto e a barra impediram que tal acontecesse.

Entre particulares e oficiais, Portugal já leva quatro jogos consecutivos sem conseguir ganhar aos Estados Unidos, que começam a habituar-se a tramar a vida à seleção nacional.

Como era esperado, Fernando Santos operou mais estreias absolutas na formação das 'quinas', com Ricardo Ferreira a entrar de início e Gonçalo Paciência e Rony Lopes no segundo tempo.

O central do Sporting de Braga nunca conseguiu fugir ao nervosismo e ficou mal na fotografia no primeiro golo dos Estados Unidos, deixando-se bater por McKennie com demasiada facilidade. Por seu lado, Paciência esteve perto do golo, enquanto Rony pouco mostrou nos 10 minutos que esteve em campo.

Entre os titulares, Antunes e Manuel Fernandes acabaram por destacar, enquanto Bernardo Silva, que entrou no segundo tempo, bem tentou tirar a equipa do estado apático em que se encontrava, mas sem resultado.

Logo aos 10 minutos, a seleção nacional perdeu Pepe, devido a lesão, obrigando Santos a lançar Luís Neto, que junto a Ricardo Ferreira, acabou por criar uma dupla de centrais que se mostrou muito insegura em quase toda o jogo.

Beto ainda adiou o golo do Estados Unidos, mas nada conseguiu fazer aos 21 minutos, quando McKennie entrou pela área portuguesa com demasiada facilidade e rematou com sucesso para as redes, depois de deixar Ferreira completamente fora da jogada.

Em desvantagem, Portugal continuou a praticar um futebol lento e com muitos passes falhados, mas o golo do empate acabou por 'cair do céu' graças ao guarda-redes Ethan Horvath.

Aos 31 minutos, Antunes rematou à figura do guardião norte-americano, acabando a bola por passar por deixado do seu corpo e por seguir para dentro da baliza, num 'frango' dos antigos.

Horvath estava mesmo em dia para esquecer e, pouco depois, numa reposição de bola, 'passou' a Danilo, que, isolado, acabou por atirar fraco e à figura.

Sem surpresa, Horvath não regressou para a segunda parte (entrou Hamid), enquanto na equipa portuguesa foram lançados João Mário e Gonçalo Paciência para os lugares de Bruno Fernandes e Gelson Martins. Os dois jogadores do Sporting passaram completamente ao lado do encontro.

Entrou em cena Beto, com duas grandes defesas, aos 52 e 54 minutos, a primeira após novo erro de Ricardo Ferreira, que num centro deixou a bola passar, acabando o guarda-redes português por responder com uma acrobática defesa.

Pouco depiis não foi Beto, mas sim a barra da baliza lusa que impediu McKennie de 'bisar' e dar nova vantagem aos Estados Unidos.

Já com Bernardo Silva e Ruben Neves em campo (saíram Danilo e Bruma), Portugal passou a ter mais bola, mas quase sempre sem criar perigo junto de Hamid.

O único lance de destaque aconteceu com Gonçalo Paciência, que acertou com estrondo na barra, num remate executado já dentro da área.

Com Beto em bom plano, Fernando Santos acabou por deixar José Sá sentado no banco e sem qualquer internacionalização, preferindo lançar Rony Lopes, que pouco tempo teve para se mostrar ao selecionador nacional.

Siga-nos no Facebook, no Google+ e no Twitter.
Notícias Relacionadas
Comentários
JOGOS E RESULTADOS
loading
A carregar...
F365 NO FACEBOOK
SONDAGEM
Quem é o responsável pelo atual mau momento do Benfica?
FORA DE JOGO
Daniel Hegarty morreu em acidente no Grande Prémio de Motos de Macau
Daniel Hegarty morreu em acidente no Grande Prémio de Motos de MacauO piloto britânico Daniel Hegarty (Honda), que hoje sofreu um acidente a meio da prova ...
Euromilhões de terça-feira com 'jackpot' de 60 milhões de euros
Euromilhões de terça-feira com 'jackpot' de 60 milhões de eurosO concurso do Euromilhões de terça-feira vai ter um ''jackpot'' de 60 milhões de euros, ...
Futebol na Televisão: Os jogos que pode ver durante este fim-de-semana
Futebol na Televisão: Os jogos que pode ver durante este fim-de-semanaConfira a lista dos jogos que poderá acompanhar em direto, durante este fim-de-semana, nos canais ...
Rio Ave: Tarantini lança livro sobre gestão do final de carreira desportiva
Rio Ave: Tarantini lança livro sobre gestão do final de carreira desportivaO defesa Tarantini, capitão do Rio Ave, apresentou hoje, no Porto, o livro ‘A Minha ...
© 1997-2017 Futebol 365
Todos os direitos reservados