loading

SAD do FC Porto passa de prejuízos para 20,3 ME de lucro em 2012/2013

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Após os primeiros jogos das competições nacionais e internacionais, quem está em melhor forma?

A Sociedade Anónima Desportiva do FC Porto anunciou hoje ter registado um lucro de 20,3 milhões de euros no exercício relativo a 2012/2013, depois de ter apresentado prejuízos de 35,7 milhões em 2011/2012.
SAD do FC Porto passa de prejuízos para 20,3 ME de lucro em 2012/2013

Em comunicado divulgado na Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), o FC Porto SAD adianta que, em termos operacionais, os resultados da empresa também voltaram a ser positivos.

Na época 2012/2013, a SAD do Porto obteve um lucro operacional de 31,7 milhões de euros, quando no exercício anterior tinha tido prejuízos de 26,4 milhões de euros.

De acordo com a empresa, os custos com a compra e venda de passes de jogadores pesaram mais nas contas referentes a 2012/2013 do que nas anteriores, já que obrigou a um desembolso de 96,5 milhões de euros, ou seja, mais 5 milhões do que em 2011/2012.

Este aumento dos custos deveu-se, de acordo com a SAD, ao crescimento dos gastos com o pessoal, “que aumentaram devido ao regresso da equipa B”.

No entanto, avança a SAD do FC Porto, os proveitos com os passes também aumentaram, passando de 72,1 milhões para 78,4 milhões de euros, o que se deveu, segundo o documento divulgado, “essencialmente ao crescimento das receitas pela participação nas provas europeias”.

No total, só os resultados das transações dos passes representaram um lucro de 76,4 milhões de euros, o que representa um crescimento de 155% face ao ano anterior.

As necessárias amortizações e perdas de imparidade relacionadas com os passes também foram reduzidas, passando de 36,3 milhões de euros no exercício de 2011/2012, para 26,5 milhões este ano.

Os passes dos jogadores foram a grande receita das operações da SAD do Porto, já que a exclusão deste negócio coloca os resultados operacionais da Sociedade Desportiva no negativo, ao apresentar um prejuízo operacional de 18,1 milhões de euros, ainda assim menor que os 19,2 milhões relativos ao exercício que teve início em 2011.

A SAD adianta ainda continuar “dentro do valor recomendado pela UEFA (70%) para o rácio salários versus proveitos operacionais, excluindo proveitos com passes de jogadores”.

O lucro líquido obtido no exercício agora terminado permitiu um crescimento do capital próprio da SAD do FC Porto, que atingiu, a 30 de junho, os 9,8 milhões de euros em termos individuais, enquanto o ativo total líquido cresceu 17,1 milhões face a 2012, passando para 227,8 milhões, graças às vendas efetuadas.

A SAD conseguiu também reduzir o passivo da empresa em 3,1 milhões de euros, tendo atualmente 220,2 milhões de euros.

Siga-nos no Facebook, no Twitter, no Instagram e no Youtube.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página