Comentário: Neymar "bisa" e Brasil vence Croácia, com ajuda nipónica

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Após os primeiros jogos das competições nacionais e internacionais, quem está em melhor forma?

O Brasil venceu hoje a Croácia por 3-1 no jogo de abertura do Mundial2014 de futebol, num embate que os europeus começaram a ganhar e só tombaram após uma grande penalidade “fantasma”, em São Paulo.
Comentário: Neymar "bisa" e Brasil vence Croácia, com ajuda nipónica

Neymar, a grande “estrela” dos “canarinhos” foi a figura do encontro, ao “bisar”, com tentos aos 29 e 71 minutos, o segundo a aproveitar um “mergulho” de Fred que o japonês Nishimura transformou em grande penalidade, depois de Marcelo fazer autogolo, aos 11.

Já com o jogo a terminar, aos 90+1 minutos, e segundos depois de Júlio César evitar que Perisic restabelecesse a igualdade, Oscar, com um grande golo de fora da área, de “bico”, selou, em definitivo, o triunfo do conjunto de Luiz Felipe Scolari.

A formação croata entrou muito personalizada, indiferente ao ambiente de euforia no apoio aos anfitriões, e efetuou os primeiros remates, por Kovacic, ainda no primeiro minuto, e Olic, aos sete, de cabeça, após centro de Perisic.

Pelo meio, aos seis minutos, David Luiz efetuou um tímido remate à figura de Pletikosa, mas foi sem surpresa que, aos 11, os croatas se adiantaram, ainda que com sorte, já que Marcelo marcou na própria baliza, após centro de Olic, na esquerda.

O tento “atordoou” o Brasil, que, ainda que a custo, foi, porém, reagindo, ameaçando por Paulinho e Oscar e selando a igualdade aos 29 minutos, num remate milimétrico de Neymar, que ainda bateu no poste esquerdo, depois de uma recuperação de Oscar.

Até ao intervalo, o conjunto da casa foi mais perigoso, mas sempre com resposta dos croatas.

O segundo tempo começou morno, longe das balizas, com o primeiro momento de registo a acontecer apenas aos 69 minutos, quando o árbitro japonês Nishimura transformou um mergulho de Fred em penálti.

Aos 71 minutos, Pletikosa ainda tocou na bola, mas não conseguiu suster o “bis” de Neymar, que apontou o seu 33.º golo em 50 jogos pela “canarinha”.

Agora com mais espaço, o Brasil foi à procura do terceiro, que esteve perto aos 77 minutos, não fosse David Luiz ter-se antecipado e roubado um provável “hat-trick” ao jogador do “Barça”.

Na parte final, a Croácia apostou tudo e os anfitriões tiveram de sofrer, com ameaças de Modric, Corluka e, finalmente, de Perisic, valendo então Julio Cesar, já aos 90+1 minutos. Do contra-ataque, nasceu o golo de Oscar.

Siga-nos no Facebook, no Twitter, no Instagram e no Youtube.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página