ESC ONLINE

Mundial-2014: Portugal perdeu único jogo 'a doer' com os Estados Unidos

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Após os primeiros jogos das competições nacionais e internacionais, quem está em melhor forma?

A seleção portuguesa de futebol não poderia ter um saldo mais equilibrado com os Estados Unidos, próximo adversário no Mundial2014, mas foram os norte-americanos que levaram a melhor no único confronto “a doer”, há 12 anos.
Mundial-2014: Portugal perdeu único jogo 'a doer' com os Estados Unidos

O embate realizado na cidade sul-coreana de Suwon, num Mundial2002 de má memória para a equipa lusa, eliminada na primeira fase, foi também o único oficial entre as duas seleções, após quatro particulares, que resultaram em duas vitórias e cinco golos marcados para cada lado, mais um empate.

Se os números revelam um equilíbrio absoluto, a tendência deve ser a maior preocupação estatística do selecionador Paulo Bento - que terá muitas mais, depois das incidências da goleada por 4-0 sofrida na estreia, ante a Alemanha -, pois foram precisamente os dois últimos duelos que Portugal perdeu.

Os Estados Unidos têm sido um adversário pouco habitual da equipa nacional e foi preciso esperar por 1978 para assistir ao primeiro encontro as duas seleções, disputado no Estádio do Bonfim, em Setúbal, e decidido a favor dos portugueses, com um golo marcado por José Alberto Costa à passagem da meia hora.

Portugal e Estado Unidos voltaram a medir forças dois anos depois, em 1980, no Estádio do Restelo, em Lisboa, e o resultado já não foi tão favorável à equipa das “quinas”, uma vez que após Carlos Manuel inaugurar o marcador, aos 63 minutos, Ricky Davis restabeleceu o empate de imediato, aos 67, fixando o 1-1 final.

O terceiro embate entre as duas seleções disputou-se uma década mais tarde, em 1990, no estádio Professor Dr. Vieira de Carvalho, na Maia, um palco pouco habitual para os jogos da seleção nacional, que se impôs por 1-0, graças a um golo madrugador de Domingos Paciência, concretizado logo aos oito minutos.

A resposta dos Estados Unidos surgiu dois anos mais tarde, em 1992, no primeiro “duelo” em solo norte-americano, no Estádio Soldier Field, em Chicago, e que terminou com o triunfo tangencial dos anfitriões, graças a um golo de Roy Wegerle.

Após quatro particulares, Portugal e Estados Unidos defrontaram-se pela primeira vez num jogo oficial a 05 de junho de 2002, na primeira jornada do Grupo D da fase final do Mundial2002, e a equipa lusa protagonizou uma estreia dececionante, tal como acabou de acontecer no Brasil.

Perante uma seleção lusa em modo “excesso de confiança”, com apenas um médio defensivo (Petit), a equipa norte-americana demorou quatro minutos para inaugurar o marcador, por intermédio de John O'Brien, e rapidamente conquistou uma vantagem impensável (3-0), graças ao auto-golo de Jorge Costa, aos 29, e um remate certeiro de Brian McBride.

Portugal reduziu ainda antes do intervalo, aos 39 minutos, através do defesa Beto, mas foi incapaz de chegar ao empate apesar do auto-golo de Jeff Agoos, aos 71, e começou a traçar o seu destino, confirmado no terceiro e último jogo, com a derrota por 1-0 frente a anfitriã Coreia do Sul, depois de pelo meio ter goleado a Polónia, por 4-0.

A seleção portuguesa, última classificada do Grupo G, defronta no domingo os Estados Unidos - vencedores por 2-1 do encontro de estreia, com o Gana -, na Arena Amazónia, em Manaus, fechando a participação na primeira fase da prova frente à equipa ganesa, na quinta-feira, no Estádio Nacional, em Brasília.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página