loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

FIFA mantém sedes dos Mundiais de 2018 (Rússia) e 2022 (Qatar)

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Facebook

Outras Notícias

Sondagem

Quem vai vencer a Taça da Liga?

A FIFA anunciou que não vai reabrir os processos de atribuição da organização dos Mundiais de futebol de 2018 e 2022, por considerar que um relatório hoje divulgado não indicia uma violação das regras.
FIFA mantém sedes dos Mundiais de 2018 (Rússia) e 2022 (Qatar)

Segundo a FIFA, o relatório exaustivo elaborado pelo seu Comité de Ética da não indicia “nenhuma violação ou incumprimento de regras”.

Em comunicado, o presidente da Comissão de Ética, Hans-Joachim Eckert, refere que “os eventuais incidentes que possam ter ocorrido não comprometeram a integridade dos processos de candidaturas dos Mundiais de 2018 e 2022”.

No entanto, o comunicado refere que a Comissão de Ética “tem total independência para iniciar processos contra indivíduos concretos”.

Após o comunicado, a FIFA mostrou-se “satisfeita com o desfecho do caso” e garantiu que “vão prosseguir os preparativos dos Mundiais da Rússia e do Qatar”, cujas candidaturas foram escolhidas em dezembro de 2010.

O organismo máximo do futebol mundial referiu que vai ter em conta “as recomendações feitas pela comissão no que diz respeito a futuros processos de candidatura”.

Entretanto, o comité de organização do Mundial de 2022 reagiu ao comunicado da FIFA, garantindo que sempre esteve confiante, porque a sua candidatura “não continha qualquer irregularidade”.

“Estávamos confiantes de que uma investigação neutra iria mostrar que a nossa candidatura era forte e não continha qualquer irregularidade”, afirmou o presidente do comité organizador, Thawadi Hassan, à agência AFP.

O Qatar foi escolhido para anfitrião Mundial de 2022 após quatro votações. Após as sucessivas eliminações da Austrália, Japão e Coreia do Sul, o Qatar venceu a candidatura dos Estados Unidos por 14 votos contra

A Rússia ganhou a corrida à organização do Campeonato do Mundo de 2018 numa segunda votação, depois de a Inglaterra ter sido eliminada na primeira, com um total de 13 votos, contra sete da candidatura ibérica (Portugal e Espanha) e dois do projeto conjunto entre a Holanda e a Bélgica.

No final de setembro, a FIFA informou que o elaborado pela Comissão de Ética sobre a atribuição dos Mundiais de futebol de 2018 e 2022 iria manter-se secreto, a fim de garantir a confidencialidade das fontes, explicando que apenas iria ser divulgado um comunicado sobre o assunto.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Na Primeira Página

Pode gostar de ler