loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Covid-19

Liga Campeões: Basileia - FC Porto (declarações)

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Após os primeiros jogos das competições nacionais e internacionais, quem está em melhor forma?

Declarações à TVI após o empate 1-1 entre Basileia e FC Porto, na primeira mão dos oitavos de final da Liga dos Campeões.
Liga Campeões: Basileia - FC Porto (declarações)

Julen Lopetegui (treinador do FC Porto): “O jogo foi o que esperava, muito complicado, mas muito bem jogado de nossa parte. Em condições difíceis, com tudo contra nós de início, com o golo no único remate deles em todo o jogo.

Nós rematamos 15 vezes. Fizemos muito para conseguir um resultado melhor. Mostrámos personalidade, mas encontrámos uma grande equipa.

Infelizmente, sofremos golo em jogada que tínhamos visto, numa transição. Mas fomos superiores, com personalidade. Mostrámos espírito e merecemos um resultado melhor. Houve o golo anulado, houve um penálti claro na primeira parte. E um segundo amarelo claro para um deles.

Foi um jogo complicado, em que tudo correu de feição à estratégia deles: marcaram, à espera do erro. No fim da eliminatória, veremos se é um bom resultado.

O ombro do Óliver voltou a sair e é a notícia triste da noite. Que seja menos tempo (de paragem) do que pensamos”.

Jackson Martinez (“capitão” do FC Porto): “Foi muito complicado. No primeiro tempo, tivemos um início em que eles marcaram, com eficácia, mas tivemos mais ataque e controlo de bola. Com paciência e perseverança e todos a correr como equipa, chegámos ao empate.

Marcano estava à frente do guarda-redes e por isso apitou fora de jogo (no golo anulado ao FC Porto).

Cumprimos o objetivo. Queremos cumprir por completo, mas faltam ainda 90 minutos. Agora, há que pensar no jogo do campeonato e logo haverá tempo para o próximo jogo em casa, também difícil.

Danilo (autor do golo do FC Porto): “Mais importante do que o golo, é o empenho da equipa, a força para correr atras do resultado.

Foi um jogo difícil, pois na Liga dos Campeões estão só os melhores, sem dúvida. Ao mínimo vacilo, podíamos sofrer golo, mas conseguimos empatar. É bom resultado. Agora atenções para a I Liga, pois é importante.

O golo deles foi um erro coletivo. Assumimos isso. Não pode acontecer. Vamos procurar corrigir, trabalhar”.

Ricardo Quaresma (jogador do FC Porto): “Fiz o que o treinador mandou. Esperei pelo meu momento e trabalhei para a equipa. Podíamos ter conseguiu um resultado melhor, mas está tudo em aberto.

Conto sempre jogar. O treinador tem opções e há que respeitar. O mais importante é a equipa. Agora é trabalhar como temos feito e pensar já no próximo jogo.

Queríamos ganhar, obviamente, mas está tudo em aberto e agora é em nossa casa. Temos de fazer muito mais para continuar em frente.

Os árbitros é que têm de analisar (golo anulado). Acaba por ser um resultado justo. Acredito que em nossa casa vamos ganhar”.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página