loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

FIFA apresenta proposta para globalização de licenciamento dos clubes

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Acha que Rúben Amorim é o homem certo para treinar a equipa do Sporting?

A FIFA anunciou hoje que tenciona, juntamente com as seis confederações continentais, globalizar o licenciamento dos clubes, de modo a aumentar os níveis competitivos, melhorar a segurança nos estádios, o conforto dos adeptos e o formar jovens futebolistas.
FIFA apresenta proposta para globalização de licenciamento dos clubes

“O futebol terá uma base global sólida. O licenciamento de clubes tem sido uma das prioridades da FIFA, fundamental para melhorar o profissionalismo dos clubes”, disse o diretor da FIFA Thierry Regenass.

A atribuição de licenças aos clubes está dependente do cumprimento de várias regras impostas pela FIFA.

O projeto inclui o desenvolvimento dos jovens, a promoção do ‘fair-play’, o cumprimento de princípios mínimos de segurança e conforto para os adeptos, o respeito pelas normas internacionais, a existência de uma auditoria independente das finanças do clube e a integração de treinadores e médicos profissionais e qualificados.

Thierry Regenass garantiu que a FIFA está a colaborar com as seis confederações e federações de todo o mundo para tornar este projeto concretizável, de modo a tornar os clubes competitivos, profissionais e sustentáveis.

A UEFA e a Confederação Asiática (AFC) estabeleceram, com êxito, um programa de licenciamento aos clubes europeus e asiáticos,

A FIFA está a colaborar com as confederações africana (CAF) e da América do Norte, Central e Caraíbas (CONCACAF) para o desenvolvimento e implementação desse mesmo programa.

Está agendado que a Confederação da Oceania (OFC) e a Confederação Sul-Americana (CONMEBOL) adotem o programa inovador até ao fim do próximo ano.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página