loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Covid-19

Crónica: Paços Ferreira empata líder Arouca, num jogo emotivo

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Após os primeiros jogos das competições nacionais e internacionais, quem está em melhor forma?

Paços de Ferreira e Arouca empataram hoje a uma bola, num jogo repartido e emocionante da terceira jornada da Primeira Liga, entre equipas que ainda não perderam oficialmente em 2015/16.
Crónica: Paços Ferreira empata líder Arouca, num jogo emotivo

Bruno Moreira, aos quatro minutos, adiantou os locais, de cabeça, após canto da esquerda, mas Nuno Valente, um dos melhores em campo, igualou, aos 35, a finalizar uma das melhores jogadas do encontro, e fixou o resultado final.

Bruno Moreira e Diogo Jota, este último de regresso após castigo, foram as novidades no ‘onze' do Paços, em substituição de Cícero, que saiu para a Turquia, e de Edson Farias, enquanto, no Arouca, jogou a mesma equipa que venceu o Benfica na última jornada (1-0, em Aveiro).

Os locais entraram muito rápidos e fortes, jogando numa pressão alta que confundiu o líder Arouca, sem capacidade de ter bola ou de sair a jogar, e o golo ‘madrugador', apontado por Bruno Moreira, deu uma ideia desfocada do que viria a ser o jogo.

A supremacia do Paços durou cerca de 10 minutos, altura em que o Arouca libertou-se da pressão e começou a ter espaço para jogar, tirando partido da qualidade técnica de David Simão e de passe de Nuno Valente, a meio campo, municiadores dos alas Artur e Ivo Rodrigues, este último um verdadeiro quebra-cabeças, e de Roberto, no meio.

Os alas do Arouca seguravam os laterais contrários e os três elementos do meio campo pacense jogavam distantes uns dos outros, permitindo trocas de bola bem aproveitadas pelos forasteiros, que, aos 35 minutos, numa jogada de envolvimento pela esquerda, chegaram ao merecido empate.

A formação da casa pode queixar-se da infelicidade de duas lesões (Hélder Lopes e Bruno Moreira), condicionando as opções do técnico Jorge Simão, que melhorou a equipa ao intervalo, com a troca do ‘apagado' Roniel por Edson Farias.

Mesmo com um jogo mais direto, os locais voltaram a entrar melhor e por duas vezes, aos 47 e 48 minutos, ameaçaram o golo por Edson Farias e Diogo Jota, respetivamente, numa segunda parte em que a condição física dos pacenses começou a fazer-se notar, acabando o jogo com o Arouca encostado à sua área.

Apesar da pressão pacense, o resultado não mais voltou a alterar-se, o que permitiu ao Arouca somar o sétimo ponto e manter-se na liderança do campeonato, agora na companhia do FC Porto (o Sporting joga em Coimbra e, também poderá juntar-se, em caso de vitória), enquanto o Paços de Ferreira somou o quinto ponto.

Programa da jornada:

Sábado, 29 de Agosto de 2015
V. Setúbal - Rio Ave, 2 - 2
FC Porto - Estoril, 2 - 0
Benfica - Moreirense, 3 - 2

Domingo, 30 de Agosto de 2015
Tondela - Nacional, 1 - 0
Paços Ferreira - Arouca, 1 - 1
Sp. Braga - Boavista, 4 - 0
Académica - Sporting, 1 - 3

Segunda-feira, 31 de Agosto de 2015
Belenenses - Marítimo, 1 - 1
U. Madeira - V. Guimarães, 0 - 0

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página