loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Covid-19

Euro Sub-17: Quina queria mais golos e alerta para jogo «físico» da Escócia

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

É justa a medida do Governo em autorizar o regresso I Liga e impedir a II Liga?

Domingos Quina afirmou hoje que o triunfo da seleção portuguesa sobre o Azerbaijão (5-0) podia ter sido ainda mais dilatado e alertou para o futebol “físico e rápido” da Escócia, próximo adversário no Campeonato da Europa de sub-17.
Euro Sub-17: Quina queria mais golos e alerta para jogo «físico» da Escócia

“Acho que fizemos um jogo muito bom mas fomos pouco eficazes e, na segunda parte, podíamos ter sido ainda mais intensos. Deveríamos ter gerido melhor a posse de bola e faltou-nos um pouco de calma na hora de decidir”, afirmou o médio de 16 anos, em declarações ao site oficial da Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

O triunfo sobre os anfitriões deixou Portugal na liderança do Grupo A com três pontos e em igualdade com a Bélgica, que na estreia bateu a Escócia (2-0), seleção que está praticamente obrigada a bater a formação lusa na segunda jornada para continuar na luta pelo apuramento para os quartos de final.

“Nós queremos vencer porque o nosso primeiro objetivo, seguir em frente para a fase a eliminar, passa por ganharmos à Escócia. A vitória no primeiro jogo dá-nos confiança mas nunca excesso de confiança. Eles têm um futebol muito físico e de grandes correrias, cabe-nos a nós sermos inteligentes e jogarmos nosso próprio estilo”, referiu o jogador do West Ham e filho do antigo internacional luso Samuel.

Portugal treinou ao início da tarde em Baku e o selecionador Hélio Sousa contou com todos os jogadores disponíveis, a dois dias do embate com os escoceses.

O encontro está agendado para as 12:30 (horas de Lisboa), no Estádio Dalga, em Baku.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página