loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Covid-19

Schweinsteiger deixa a braçadeira de 'capitão' e abandona seleção alemã

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Após os primeiros jogos das competições nacionais e internacionais, quem está em melhor forma?

Bastian Schweinsteiger, um dos novos ‘pupilos’ de José Mourinho no Manchester United, anunciou hoje que vai abandonar a seleção de futebol da Alemanha, que ‘capitaneava’.
Schweinsteiger deixa a braçadeira de 'capitão' e abandona seleção alemã

“Queridos adeptos da seleção nacional: acabo de comunicar ao selecionador [Joachim Low] que deixe de contar comigo para futuras convocatórias, pois quero retirar-me”, escreveu Schweinsteiger na sua conta oficial no Twitter.

Campeão mundial pela Alemanha em 2014, no Brasil, o médio germânico recordou que disputou 120 jogos com a camisola da Alemanha, deixando também o desalento por não ter conseguido sagrar-se campeão da Europa, título que Portugal conquistou, depois de vencer a anfitriã França.

“Jogi [Joachim] Low sabe o que significava para mim o Europeu de França. Queria muito conquistar um título que a Alemanha não vence desde 1996 [citória por 2-1 sobre a República Checa]”, acrescentou o médio na mesma nota.

Na despedida, Schweinsteiger, de 31 anos, fez questão de destacar ter sido “uma grande honra” vestir a camisola da Alemanha e que o título mundial de 2014 foi um feito “histórico e emocional”.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página