ESC ONLINE

Síntese: Portugal e França voltam a vencer depois da final do Euro-2016

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Após os primeiros jogos das competições nacionais e internacionais, quem está em melhor forma?

Portugal e França, respetivamente campeão e finalista do Euro2016, somaram hoje as primeiras vitórias na fase de qualificação para o Mundial de futebol de 2018, depois de terem tropeçado no arranque da campanha.
Síntese: Portugal e França voltam a vencer depois da final do Euro-2016

No grupo B, Andorra foi um adversário demasiado frágil e saiu derrotado de Aveiro por 6-0, num jogo em que Cristiano Ronaldo assinalou o regresso à seleção com quatro golos, enquanto a França bateu a Bulgária por 4-1 no grupo A.

Depois da vitória por 2-0 na receção a Portugal, na primeira jornada, a Suíça foi à Hungria vencer por 3-2, deixando os húngaros, que já tinham cedido um empate nas Ilhas Faroé, numa situação delicada, tendo em conta que só o primeiro se apura diretamente e o segundo acede a um ‘play-off’ de acesso à fase final.

A seleção portuguesa, já com Cristiano Ronaldo, que esteve ausente por lesão do jogo na Suíça, cumpriu a sua obrigação ao golear Andorra e somou os primeiros três pontos, mas o desaire de Basileia vai continuar a dificultar-lhe o apuramento.

Um início fulgurante de Portugal, com dois golos de rajada de Ronaldo (02 e 04 minutos), indiciava uma goleada histórica, mas algum relaxamento dos jogadores portugueses face à fragilidade do adversário, que se limitou a defender os 90 minutos, explica que só tenha alcançado o terceiro golo à beira do intervalo.

Na segunda parte, duas expulsões na seleção de Andorra acentuaram o seu posicionamento defensivo, com os seus jogadores praticamente acantonados na área, dificultando a tarefa da ‘seleção das quinas’ que, não obstante, marcou mais três golos.

Meia surpresa no grupo B está a ser a seleção das Ilhas Faroé, que recebe Portugal na segunda-feira, a qual, depois do empate imposto em casa frente à Hungria, foi agora à Letónia vencer por 2-0 e ocupa o segundo lugar do grupo, com quatro pontos, menos dois do que a Suíça e mais um do que os campeões europeus.

No grupo A, a vice-campeã europeia, a França, confirmou o favoritismo ao bater a Bulgária por 4-1, vitória imprescindível depois do ‘nulo’ na primeira jornada na visita à Bielorrússia.

A outra seleção do mesmo grupo favorita ao apuramento, a Holanda, impôs-se na receção à Bielorrússia por 4-1 e deu a ideia de não querer facilitar depois de ter falhado a qualificação para o Euro2016.

Algo surpreendente foram as dificuldades encontradas pela Suécia – que empatou a um golo na receção à Holanda na primeira jornada – para vencer no Luxemburgo, o que só conseguiu graças a um golo solitário do lateral direito Mikael Lustig, aos 58 minutos.

A Holanda comanda o grupo A com quatro pontos, os mesmos de França e Suécia, segundo e terceiro, seguida da Bulgária, com três, da Bielorrússia, com um, e do Luxemburgo, ainda a zero.

Finalmente, no grupo H, a Bélgica recebeu e goleou a Bósnia-Herzegovina por 4-0, reforçando a convicção de que é claramente a favorita para o apuramento direto para o Mundial, pese embora a Grécia some os mesmos seis pontos ao fim de duas jornadas.

Os gregos cumpriram o mínimo que se exigia e venceram por 2-0 na receção à seleção de Chipre, enquanto a Estónia goleou a muito frágil seleção de Gibraltar por 4-0.

A Bélgica lidera com seis pontos, os mesmos da Grécia, e mais três do que a Bósnia-Herzegovina e a Estónia, terceiro e quarto classificados, respetivamente, sobrando os últimos lugares para o Chipre e Gibraltar, ainda sem qualquer ponto conquistado.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página