Adeptos do Rayo expulsos se forem condenados no processo iniciado por Tebas

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Após os primeiros jogos das competições nacionais e internacionais, quem está em melhor forma?

Raul Martin Presa, presidente do Rayo Vallecano, afirmou hoje que se algum dos 17 adeptos envolvidos na queixa-crime iniciada pelo responsável da liga espanhola, Javier Tebas, for condenado, será de imediato expulso do clube.
Adeptos do Rayo expulsos se forem condenados no processo iniciado por Tebas

Javier Tebas anunciou que vai apresentar uma queixa-crime contra 17 adeptos do Rayo Vallecano que se deslocaram a 01 de fevereiro ao centro de estágios do clube madrileno para insultar o avançado ucraniano Roman Zozulya, cedido por empréstimo do Betis.

«Este clube respeita a presunção de inocência que todo o cidadão tem, mas, se deste processo resultar algum condenado nesse caso, ele será expulso. Esta é a linha que vamos tomar», disse à agência de notícias espanhola EFE, o presidente do Rayo Vallecano.

De acordo com alguns órgãos de comunicação social espanhóis, a contestação dos adeptos a Roman Zozulya está relacionada com o facto de o jogador ser conotado com alegados ideais neonazis.

Siga-nos no Facebook, no Twitter, no Instagram e no Youtube.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página