loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

António Folha: «Não há que lamentar. Há que continuar a trabalhar»

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Facebook

Outras Notícias

Sondagem

Quem tem o adversário mais acessível nas competições europeias?

Declarações de António Folha, treinador do Portimonense, após o jogo com o Boavista (0-2), da primeira jornada da I Liga de futebol, disputado em Portimão.
António Folha: «Não há que lamentar. Há que continuar a trabalhar»

«Não há que lamentar. Há que continuar a trabalhar. Acredito que, se continuarmos a trabalhar da mesma maneira, isto não pode acontecer sempre.

Depois de essas boas oportunidades não entrarem e depois de um remate de fora da área dar golo, isso mexe sempre com a equipa. Mas a equipa até deu boa resposta e continuou à procura do golo, teve uma boa oportunidade para fazer o 1-1, no penálti, mas não o fez. Mas só falha quem bate.

Claro que não queríamos este resultado. Trabalhámos muito para que isso não acontecesse, mas num remate, que me lembre, o Boavista fez um golo e as nossas várias oportunidades claras não entraram. Esta é a história do jogo.

Só nos resta continuar a trabalhar de forma serena, com ideias bem vincadas. Não gostamos de perder e vamos tentar inverter, já no próximo jogo, este resultado negativo.

(Ausência de opções para número 9) Não marcámos. O jogador que jogou nessa posição jogou bem, fiquei contente com a sua prestação».

Siga-nos no Facebook, no Google+ e no Twitter.

Relacionadas

Comentários

Na Primeira Página

Pode gostar de ler