loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

«As pessoas começaram a perceber que o futebol não é golos, golos e mais golos»

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Facebook

Outras Notícias

Sondagem

Quem tem o adversário mais acessível nas competições europeias?

O vencedor da Bola de Ouro de 2018, Luka Modric, defendeu em declarações à revista GQ, que ninguém lhe deu nada, e que todos os prémios individuais que conquistou este ano foram obra do seu trabalho e dedicação.
«As pessoas começaram a perceber que o futebol não é golos, golos e mais golos»

«Foi um percurso longo e duro, mas é isso que me deixa feliz. Todos os prémios, como o The Best ou a Bola de Ouro, sabem melhor quando estás consciente de que ninguém te deu nada. Nada me foi dado, tudo o que consegui foi graças ao trabalho», referiu.

O internacional croata fez também referência à mudança de paradigma na atribuição do prémio de melhor do mundo, que nos últimos dez anos foi atribuído ou ao português Cristiano Ronaldo ou ao argentino Lionel Messi.

«É verdade que tive de ganhar muitas coisas, como conquistar a Champions por três anos seguidos, ou chegar com a Croácia, um país pequeno, à final do Mundial, algo que era quase inimaginável. Só depois as pessoas começaram a perceber que o futebol não é golos, golos e mais golos», frisou.

Siga-nos no Facebook, no Google+ e no Twitter.

Relacionadas

Comentários

Na Primeira Página

Pode gostar de ler