loading

Mattheus diz que o facto de Luís Castro «trabalhar a posse de bola» é bom para si

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Facebook

Outras Notícias

Sondagem

Qual o adversário mais acessível para o FC Porto nos oitavos-de-final da Champions?

O médio do Vitória de Guimarães, Mattheus Oliveira, afirmou hoje que o modelo instituído pelo técnico Luís Castro nos vimaranenses beneficia o seu estilo de jogo, assim como o da restante equipa.
Mattheus diz que o facto de Luís Castro «trabalhar a posse de bola» é bom para si

Na segunda época em Guimarães, novamente por empréstimo do Sporting, o brasileiro, de 24 anos, com sete jogos oficiais já disputados, observou que a forma de jogar preconizada pelo técnico, assente na circulação de bola, tem beneficiado o seu rendimento individual, mas também o recente crescimento da equipa, que não perde há oito jogos e não sofre golos há quatro.

"O ‘mister' gosta muito de trabalhar a posse de bola, o jogo com a bola, e isso, para mim, é ótimo. Como sou médio, gosto sempre de ter a bola para a nossa equipa. Isso favorece-me bastante, não só a mim, como aos outros jogadores", disse, num espaço comercial de Guimarães.

O futebolista disse ainda sentir-se mais "confiante", graças à "boa sequência" em que o clube se encontra, pois venceu os últimos dois jogos do campeonato, com o Santa Clara, em casa, por 2-0, e com o Desportivo de Chaves, fora, por 1-0, e subiu ao quinto lugar da prova, com 18 pontos em 11 jogos.

A equipa de Luís Castro vai receber, no domingo, às 17:30, o Rio Ave, sexto classificado, com os mesmos 18 pontos, e Mattheus Oliveira disse que, apesar de os vila-condenses serem uma "grande equipa", com um "bonito futebol", o plantel vitoriano só pensa em vencer para continuar a perseguir a meta de "colocar o Vitória no lugar mais alto possível na tabela".

O jogador, que, em Portugal, também já representou o Estoril Praia e o Sporting, esteve hoje, a par de Al Musrati, da equipa B, e de João Bruno, da equipa de sub-23, a promover a ação de solidariedade organizada pelo Vitória de Guimarães para domingo, na qual as pessoas que entreguem alimentos têm direito a um bilhete para o jogo, conforme a lotação disponível.

"O futebol está muito para além de jogar e marcar golos. Eu acho importantíssimo a gente poder ajudar as pessoas na parte social", frisou.

Siga-nos no Facebook, no Google+ e no Twitter.

Relacionadas

Comentários

Na Primeira Página

Pode gostar de ler