loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Crónica: Sporting deu dois de avanço ao Nacional, mas acordou e goleou

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Facebook

Outras Notícias

Sondagem

Quem tem o adversário mais acessível nas competições europeias?

O Sporting venceu hoje o Nacional por 5-2, num encontro da 13.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol em que esteve a perder por dois golos, mas logrou uma reação forte e garantiu o sétimo triunfo consecutivo.
Crónica: Sporting deu dois de avanço ao Nacional, mas acordou e goleou

Perante 31.000 espetadores, em Alvalade, a equipa ‘leonina’ foi durante demasiado tempo uma sombra do que tem sido com o holandês Marcel Keizer e os golos de Camacho (seis minutos) e Palocevic (26) deram uma merecida vantagem ao Nacional.

Mas, os ‘leões’ ainda conseguiram ‘acordar’ a tempo de chegar à goleada, com os tentos de Bas Dost (36 e 87 minutos, ambos de grande penalidade), Bruno Fernandes (70 e 90+1) e Mathieu (75), este último de livre direto.

Depois da ‘rodagem’ de jogadores jovens na partida anterior, com o Vorskla Poltava, o Sporting voltou a um figurino mais próximo do habitual, no qual as únicas novidades foram as apostas em Jefferson e Bruno César para os lugares de Acuña e Wendel. Do outro lado, o Nacional surgia desinibido e lançava Palocevic como substituto do castigado Marakis.

Se o favoritismo pendia completamente para o Sporting, quem entrou em grande foi mesmo o Nacional. O primeiro aviso foi dado logo a abrir, com o guardião Renan a defender com segurança. Porém, foi impotente para travar o remate certeiro de Camacho, à entrada da área, aos seis, após boa jogada coletiva.

Mais do que uma entrada em falso do ‘leão’, era mesmo um Nacional surpreendente e atrevido que se impunha no relvado, graças às transições rápidas e uma interessante diversidade de soluções no ataque, bem como às inusitadas fragilidades defensivas do anfitrião. E isso foi ainda mais visível aos 25, quando Palocevic cabeceou para o segundo golo do Nacional.

Foram necessários dois golos sofridos e quase meia hora de avanço para o Sporting, finalmente, despertar e sair do labirinto em que estava preso. Como a clarividência não estava ainda ao nível de outros jogos, valeu a raça e o apoio dos adeptos a empurrar a equipa para a frente. Assim, os ‘leões’ ainda reduziram antes do intervalo, por Bas Dost, na conversão de uma grande penalidade, aos 35 minutos.

Pairava no ar de Alvalade a expectativa de uma recuperação, mas o conjunto de Marcel Keizer voltou a tropeçar em si mesmo no recomeço do jogo e parecia estar a deixar escapar o jogo pelas mãos para um Nacional astuto.

No entanto, Costinha também não mudou perante a fadiga dos ‘alvinegros’ e a incapacidade para continuar a sair a jogar, deixando o Sporting acreditar, mesmo sem brilhar.

O que se seguiu foi o que já vem sendo regra com Marcel Keizer: muitos golos. Bruno Fernandes fez o empate, mas a verdadeira explosão no estádio deu-se com o golo de Mathieu, na conversão de um livre direto, sem hipóteses para o guarda-redes Daniel.

Depois disso ainda houve tempo para Bas Dost, em mais uma grande penalidade, e Bruno Fernandes consumarem ambos o ‘bis’, sentenciando o marcador em 5-2, que vale a manutenção do segundo posto, a dois pontos do líder FC Porto.

Programa da jornada:

Sexta-feira, 14 de Dezembro de 2018
Portimonense - V. Setúbal, 3 - 1
Sp. Braga - Feirense, 4 - 0

Sábado, 15 de Dezembro de 2018
Desp. Chaves - Moreirense, 1 - 2
Boavista - Tondela, 2 - 0
Desp. Aves - V. Guimarães, 1 - 1
Santa Clara - FC Porto, 1 - 2

Domingo, 16 de Dezembro de 2018
Rio Ave - Belenenses SAD, 2 - 2
Marítimo - Benfica, 0 - 1
Sporting - Nacional, 5 - 2

Siga-nos no Facebook, no Google+ e no Twitter.

Relacionadas

Comentários

Na Primeira Página

Pode gostar de ler