loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Sporting-FC Porto: 'Leões' mandam em Alvalade e não gostam de viajar

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Facebook

Outras Notícias

Sondagem

Quem tem o adversário mais acessível nas competições europeias?

O Sporting chega ao clássico com o FC Porto, da 17.ª jornada da I Liga de futebol, totalmente vitorioso nos jogos em casa, numa competição em que tem oscilado sobretudo longe do Estádio José Alvalade.
Sporting-FC Porto: 'Leões' mandam em Alvalade e não gostam de viajar

Com oito vitórias em oito jogos disputados, os ‘leões’, agora sob o comando do holandês Marcel Keizer, são mesmo a única equipa da competição que só soma só triunfos no seu ‘território’, apresentando uma marca de 21 golos marcados e apenas seis sofridos.

O duelo com o FC Porto, líder da I Liga, promete ser o maior teste em Alvalade para o Sporting, num jogo que é decisivo para a formação lisboeta, que está obrigada a vencer para ainda ter esperanças de chegar ao título nacional, no final da primeira volta.

No quarto lugar com 34 pontos, a oito dos ‘dragões’, o Sporting tem tropeçado longe da capital, tendo sofrido até agora quatro derrotas, a mais recente na última ronda, em Tondela (2-1), depois dos desaires em Braga (1-0), Portimão (4-2) e Guimarães (1-0).

No ataque, os ‘leões’ são uma das formações mais concretizadores, com 33 golos, menos dois do que o Benfica, e menos um do que o FC Porto, mas é na defesa que os ‘alarmes’ estão a soar.

Com 18 golos sofridos, a equipa de Marcel Keizer tem, para já, pior defesa do que os outros dois ‘grandes’ e equipas como o Sporting de Braga (16), Belenenses (16) e Vitória de Guimarães (17), estando a par de Vitória de Setúbal e Boavista, formações que lutam pela manutenção.

Desde que Marcel Keizer ‘pegou’ na equipa, na 11.ª jornada, o Sporting sofreu sempre golos.

A cumprir a terceira época no emblema lisboeta, o holandês Bas Dost está mais uma vez a ser a grande figura do Sporting e é o segundo melhor marcador do campeonato, com 10 golos, apesar de ter estado ausente durante seis jornadas, sempre devido a problemas físicos.

Com José Peseiro ao ‘leme’, o Sporting iniciou a I Liga com duas vitórias, na deslocação ao campo do Moreirense (3-1) e na receção ao Vitória de Setúbal (2-1), e com um empate (1-1) encorajador no Estádio da Luz, perante o Benfica.

Seguiu-se um magro triunfo sobre o Feirense (1-0) e o primeiro desaire na prova, no Minho, com o Sporting de Braga, por 1-0.

Com os adeptos a ‘torceram o nariz’ a José Peseiro, os ‘leões’ redimiram-se do desaire em Braga com um triunfo caseiro sobre o Marítimo (2-0), mas voltaram a cair, desta vez como bastante estrondo, por 4-2, no Algarve. frente ao Portimonense, que na altura estava na última posição da I Liga.

Nem o regresso de Bas Dost, que estava ausente desde a segunda jornada, e uma vitória por 3-0 sobre o Boavista, em Alvalade, salvaram José Peseiro, que foi afastado do comando da equipa após a oitava ronda, dando lugar ao interino Tiago Fernandes, que fez a ‘ponte’ até à chegada do ‘desconhecido’ Marcel Keizer.

Com o filho do antigo avançado Manuel Fernandes, o Sporting foi aos Açores vencer o Santa Clara, por 2-1, e alcançou um triunfo caseiro sobre o Chaves, também por 2-1.

Logo na estreia, Keizer foi a Vila do Conde bater o Rio Ave, por 3-1, e começou a conquistar os adeptos ‘leoninos’, com um futebol atrativo, de ataque e com muitos golos à mistura.

Depois de Desportivo das Aves (4-1) e Nacional da Madeira (5-2), ambos em casa, o Sporting sofreu o terceiro desaire na prova, com o Vitória de Guimarães (1-0), num jogo em que a derrota podia ter sido mais pesada.

O domínio caseiro voltou a imperar na ronda seguinte, frente ao Belenenses (2-1), mas o Sporting voltaria a zangar-se com as vitórias e com o bom futebol em Tondela, de onde saiu derrotado por 2-1, num encontro em que não contou com Bas Dost e em que o argentino Marcos Acuña viu um cartão amarelo, ficando impedido de defrontar o FC Porto.

Programa da jornada:

Quinta-feira, 10 de Janeiro de 2019
Portimonense - Sp. Braga, 1 - 1

Sexta-feira, 11 de Janeiro de 2019
Desp. Aves - Feirense, 1 - 1
Santa Clara - Benfica, 0 - 2
V. Guimarães - Moreirense, 1 - 0

Sábado, 12 de Janeiro de 2019
Sporting - FC Porto, 0 - 0
Boavista - Marítimo, 0 - 1

Domingo, 13 de Janeiro de 2019
Nacional - Belenenses SAD, 0 - 1
Desp. Chaves - Tondela, 2 - 1
Rio Ave - V. Setúbal, 1 - 1

Siga-nos no Facebook, no Google+ e no Twitter.

Relacionadas

Comentários

Na Primeira Página

Pode gostar de ler