loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Crónica: Ansiedade impõe empate e prolonga jejum de triunfos de Rio Ave e Setúbal

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Facebook

Outras Notícias

Sondagem

Até onde o Benfica vai chegar este ano na Liga Europa?

Rio Ave e Vitória de Setúbal empataram hoje 1-1, em partida da 17.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, em que os dois conjuntos não disfarçaram a ansiedade pela série de jogos que levam sem vencer no campeonato.
Crónica: Ansiedade impõe empate e prolonga jejum de triunfos de Rio Ave e Setúbal

Os vila-condenses, que somaram o nono desafio consecutivo sem vencer, ainda conseguiram chegar à vantagem, aos 27 minutos, com um golo de Galeno, mas no segundo tempo os sadinos, que não vencem na I Liga há seis jornadas, resgataram o empate, com o tento de Berto, aos 84.

Com este desfecho, o Rio Ave segue agora no 10.º lugar, com 20 pontos, seguido pelo Vitória de Setúbal, no 11.º com 19.

Empenhados em pôr fim a esse jejum de vitórias, os dois conjuntos até entraram com determinação no desafio, demonstrado sentido de baliza, mas não disfarçando alguma ansiedade na definição final.

A jogar em casa, o Rio Ave tentou impor-se, deixando o primeiro sinal de perigo num cabeceamento de João Schmidt, ao lado, logo aos 12 minutos.

Os sadinos não se intimidaram e usando preferencialmente o contra-ataque responderam à altura, com um remate de longe de Éber Bessa, aos 19, que o guarda-redes local Leo Jardim respondeu com defesa atenta.

Ainda assim, continuava a ser o Rio Ave a mostrar maior rotação, usando, sobretudo, a velocidade e técnica de Galeno para criar roturas na defesa do Vitória.

O avançado que está nos Arcos cedido pelo FC Porto acabou mesmo por ser o grande protagonista desta etapa inicial, quando aos 27 minutos, na cobrança, exemplar, de um livre, que o próprio conquistou, inaugurou o marcador.

Embalados pelo golo, os nortenhos mantiveram-se mais pressionantes, mas, de novo, com dificuldades no último passe, não conseguindo, até ao descanso, alterar o resultado, perante um adversário que não fez melhor.

O intervalo acabou por fazer bem aos visitantes, que reentraram com mais atitude e vocação ofensiva, criando nos iniciais minutos do reatamento duas boas chances para resgatar o empate, ambas por Cadiz, mas que encontraram um inspirado Leo Jardim na baliza vila-condense.

O Rio Ave estava nesta fase menos fulgurante, vivendo de algumas arrancadas de Vinicius para contrapor ao atrevimento contrário, mas viu complicar a sua situação, aos 64, com a expulsão do lateral direito Matheus Reis, por acumulação de amarelos.

A partir desse momento, a formação nortenha ficou desequilibrada, passou a conceder mais espaços ao adversário e acabou por cometer um erro fatal, quando o central Buatu teve um atraso disparatado para o seu guarda-redes, que o recém-entrado Berto intercetou e transformou no empate, já aos 84.

Com tudo em aberto nos últimos minutos, os dois conjuntos ainda tentaram arrancar a vantagem, mas sem a clarividência necessária para alterar o 1-1 final.

Programa da jornada:

Quinta-feira, 10 de Janeiro de 2019
Portimonense - Sp. Braga, 1 - 1

Sexta-feira, 11 de Janeiro de 2019
Santa Clara - Benfica, 0 - 2
Desp. Aves - Feirense, 1 - 1
V. Guimarães - Moreirense, 1 - 0

Sábado, 12 de Janeiro de 2019
Sporting - FC Porto, 0 - 0
Boavista - Marítimo, 0 - 1

Domingo, 13 de Janeiro de 2019
Nacional - Belenenses SAD, 0 - 1
Desp. Chaves - Tondela, 2 - 1
Rio Ave - V. Setúbal, 1 - 1

Siga-nos no Facebook, no Google+ e no Twitter.

Relacionadas

Comentários

Na Primeira Página

Pode gostar de ler