loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

José Mota quer melhor finalização do Aves para ultrapassar Braga «fortíssimo»

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Facebook

Outras Notícias

Sondagem

Quem tem o adversário mais acessível nas competições europeias?

O treinador José Mota assumiu hoje a ambição de o Desportivo das Aves alcançar as meias-finais da Taça de Portugal, mas reconheceu no Sporting de Braga um "adversário fortíssimo", ao "nível dos outros clubes ‘grandes'" do futebol português.
José Mota quer melhor finalização do Aves para ultrapassar Braga «fortíssimo»

"[O Sporting de Braga] De acessível não tem nada. É uma equipa fortíssima e a sua evolução nos últimos anos, ao nível da logística, das infraestruturas e dos campeonatos que tem realizado, coloca-o ao nível dos outros ‘grandes'. Vamos ter um Braga com determinação para passar e nós teremos de contrapor e perceber que também temos as nossas ambições", disse José Mota.

O técnico do Aves falava na conferência de antevisão ao jogo de terça-feira, dos quartos de final da Taça, e reconheceu que, para a sua equipa continuar a defender o troféu conquistado na época passada, vai ser necessária uma boa dose de eficácia frente a um adversário que está entre os que mais aprecia.

"Queremos ter o nosso favoritismo, fazer o nosso jogo e, se concretizarmos as oportunidades de golo que criamos, teremos as nossas possibilidades. Agora sabemos que vamos defrontar uma das equipas com o futebol mais difícil de contrariar e com argumentos para fazer golo com apenas uma ou duas oportunidades", sublinhou.

A prestação das equipas na I Liga, face ao último lugar do Aves e ao terceiro do Braga, cava um fosso maior, mas Mota relativizou a questão, lembrando que são jogos diferentes, a eliminar.

"São jogos ‘mata-mata'. Temos estado bem nas taças e queremos dar continuidade a esse trabalho, mas, primeiro, temos de recuperar do esforço físico das últimas jornadas. Chegámos aqui por mérito, temos de estar motivadíssimos e tentar passar, sendo rigorosos e tendo melhor finalização, sabendo que os jogadores são homens e não máquinas e que o plantel tem as suas limitações", observou.

José Mota recordou a utilização repetida de grande parte dos jogadores e torceu o nariz às movimentações do mercado de transferências, que tem retirado jogadores e ainda não acrescentaram ninguém ao plantel.

"Gostaria de ter mais entradas e menos saídas. Percebemos a lei do mercado, mas quero e pretendo reforços. É evidente que, nesta altura, o clube tem as suas limitações para inscrever jogadores, existe alguma apreensão, mas também já disse que confio nas pessoas", concluiu.

O Desportivo das Aves defronta o Sporting de Braga para os quartos de final da Taça de Portugal, em jogo a realizar no estádio do CD Aves, a partir das 18:00 de terça-feira.

Programa da jornada:

Terça-feira, 15 de Janeiro de 2019
Desp. Aves - Sp. Braga, 1 - 2
Leixões - FC Porto, 1 - 2 a.p
V. Guimarães - Benfica, 0 - 1

Quarta-feira, 16 de Janeiro de 2019
Feirense - Sporting, 20:45

Siga-nos no Facebook, no Google+ e no Twitter.

Relacionadas

Comentários

Na Primeira Página

Pode gostar de ler