loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Covid-19

Aleksander Kokorin pede desculpa por agressões em carta enviada da prisão

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

É justa a medida do Governo em autorizar o regresso I Liga e impedir a II Liga?

Kokorin juntamente com Pavel Mamáev estão em prisão preventiva desde outubro depois de terem atacado várias pessoas num café da capital russa, entre as quais dois altos funcionários governamentais, um dos quais sofreu um traumatismo cranioencefálico.
Aleksander Kokorin pede desculpa por agressões em carta enviada da prisão

O internacional russo Aleksander Kokorin, avançado do Zenit São Petersburgo pediu hoje desculpa pelos atos de agressão e vandalismo de que é suspeito.

“Sou o Aleksander Kokorin e quero pedir desculpa aos adeptos, aos meus companheiros de equipa e aos técnicos. Falhei com eles e agora não posso treinar, nem competir. Como figura pública e como atleta não me comportei de forma correta”, escreveu o jogador, numa carta divulgada hoje.

A missiva de Kokorin, que foi detido juntamente com o amigo Pavel Mamáev, do Krasnodar, foi divulgada um dia antes de o tribunal decidir se prolonga por mais dois meses a prisão preventiva.

“Aprendi a lição, a prisão ajuda a isso. Gostaria de sair em liberdade, praticar desporto ativamente e dedicar-me à minha família”, escreveu o jogador.

Kokorin, de 27 anos, e Mamáev, de 30 anos, foram acusados de agressão e vandalismo pela justiça russa, juntamente com o irmão de Kokorin e outra pessoa que também participou nas agressões, incorrendo numa pena que pode ir até sete anos de prisão.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página