loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Ivo Vieira: «É frustrante sofrer um golo aos 90+2 minutos»

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Facebook

Outras Notícias

Sondagem

Até onde o Benfica vai chegar este ano na Liga Europa?

Declarações de Ivo Vieira, treinador do Moreirense, após o jogo frente ao FC Porto, da 21.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, que terminou com um empate a uma bola.
Ivo Vieira: «É frustrante sofrer um golo aos 90+2 minutos»

"[O comportamento] dos jogadores foi fantástico. Este empate deve-se ao trabalho deles à semana e ao desempenho nestes meses em que temos trabalhado juntos. É frustrante sofrer um golo aos 90+2 minutos, quase com o resultado na mão, mas temos de ser equilibrados na avaliação do jogo. Na primeira parte, o FC Porto foi mais forte. Cometemos alguns erros em posse.

Na segunda parte, tentámos libertar os jogadores e fazê-los acreditar que era possível fazer melhor. Na minha opinião, o Moreirense foi mais forte. O resultado acaba por ser justo, porque o FC Porto criou as suas situações, mas há sempre um sabor amargo quando se está a ganhar e se sofre um golo aos 90. O resultado acaba por ser justo. Foi um jogo com duas equipas a procurar a baliza do adversário.

Esperávamos o Fernando [Andrade] na frente, num 4x2x4, ou o Danilo ou o Loum no meio-campo, em 4x3x3. Estávamos preparados para as duas situações. Tivemos pouco tempo para preparar este jogo, mas o suficiente para preparar a equipa em termos táticos.

O nosso futebol está carente de espetáculo e de audácia e nós estamos a pagar um pouco por isso a nível internacional. Hoje, só temos uma equipa na Liga dos Campeões e uma outra na pré-eliminatória. Se todos fôssemos mais corajosos, a não jogar só para o ponto, íamos crescer muito e aqueles que representam Portugal iriam estar mais fortes lá fora, tal como há 10 anos, quando metíamos três equipas na Liga dos Campeões.

Eu defendo esta ideia de jogo, de atrevimento, nunca faltando ao respeito pela valia das outras equipas. Ou ficamos no nosso meio-campo e perdemos por 1-0, sem fazer nada para ganhar, ou perdemos por 1-0 ou por 2-1, a tentar ganhar. Os resultados estão à vista. Com o Benfica, [ganhámos] 3-1. Hoje foi 1-1. Creio que Portugal só pode crescer assim."

Siga-nos no Facebook, no Google+ e no Twitter.

Relacionadas

Comentários

Na Primeira Página

Pode gostar de ler