loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Boavista: Vidigal diz que equipa precisa de muita paciência frente ao Santa Clara

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Facebook

Outras Notícias

Sondagem

Quem tem o adversário mais acessível nas competições europeias?

O treinador do Boavista, Lito Vidigal, afirmou hoje que a equipa vai precisar de "muita paciência" no encontro com o Santa Clara, no domingo, da 21.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol.
Boavista: Vidigal diz que equipa precisa de muita paciência frente ao Santa Clara

O técnico vaticinou "um encontro duro e de grau de dificuldade máxima" diante de uma equipa que, a seu ver, "joga em contra-ataque, mas segura lá atrás".

"Exigirá muita paciência da nossa parte e vamos ter de perceber o jogo muito depressa, entender os momentos, sabermos quando vamos ter de sofrer, como estar organizados e encontrar espaços para finalizar", completou.

Lito Vidigal referiu que "a equipa está a trabalhar bem" e tem como objetivo "dar continuidade ao que tem sido feito", mas o mais importante, salientou, é a paciência.

"A equipa tem de ser paciente e os adeptos também. Queria que estivesse mais gente no estádio. No último jogo, a moldura humana foi muto boa e a equipa sentiu o apoio dos adeptos do primeiro ao último minuto e isso fez com que os jogadores se sentissem confortáveis", considerou.

Na sua ótica, os adeptos foram o "décimo segundo jogador" na partida caseira com o Feirense (2-0 para o Boavista) e daí resultou "uma energia positiva" para equipa que conduziu a "uma vitória segura.

"As vitórias trazem sempre confiança e segurança e, nesse sentido, depois da última vitória em nossa casa, os jogadores ficaram mais confortáveis. Era importante conseguirmos mais uma vitória, porque trará mais conforto à equipa", continuou.

Lito Vidigal elogiou os jogadores porque, observou, "têm uma atitude competitiva boa".

"Temos de estar sempre organizados e sermos solidários e focados no agora", afirmou também, para depois insistir que "vai ser preciso muita paciência neste jogo", porque desse modo "a probabilidade de vencer é muito maior".

O técnico comparou o jogo a "uma viagem", pois o objetivo é chegar ao destino traçado. “Dependendo da nossa velocidade, podemos chegar mais depressa ou mais devagar. Quanto maior for a velocidade maior é a probabilidade de acidentes”, sublinhou.

O triunfo obtido na ronda anterior deixou o Boavista "à tona", no 15.º lugar, o primeiro acima da zona de despromoção, e o facto de a equipa jogar duas vezes seguida em casa é "uma grande vantagem, mas por causa dos adeptos".

"O que procuro passar para os jogadores é que temos de pensar em ganhar tanto em casa como fora", disse.

O novo técnico do Boavista foi suspenso 16 dias por ter sido expulso na partida com o Feirense (2-0) devido a protestos com a equipa de arbitragem. "A minha presença no banco seria muito importante, mas vamos encontrar soluções", afirmou.

No Boavista, o atacante Yusupha e o defesa central Sparagna continuam lesionados, Fábio Espinho, que também esteve de baixa médica, já está disponível, e o central Neris volta a ser opção após ter cumprido castigo.

O Boavista, 15.º classificado, com 19 pontos, recebe no domingo, às 15:00, o Santa Clara, 10.º, com 24, para a 21.ª jornada da I Liga Portuguesa de futebol.

Programa da jornada:

Sexta-feira, 8 de Fevereiro de 2019
Moreirense - FC Porto, 1 - 1

Sábado, 9 de Fevereiro de 2019
Marítimo - Desp. Aves, 0 - 1
Portimonense - Rio Ave, 0 - 1
Tondela - V. Guimarães, 1 - 0

Domingo, 10 de Fevereiro de 2019
Boavista - Santa Clara, 1 - 0
Sp. Braga - Desp. Chaves, 2 - 1
Benfica - Nacional, 10 - 0
Feirense - Sporting, 1 - 3

Segunda-feira, 11 de Fevereiro de 2019
V. Setúbal - Belenenses SAD, 0 - 0

Siga-nos no Facebook, no Google+ e no Twitter.

Relacionadas

Comentários

Na Primeira Página

Pode gostar de ler