loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Fernando Santos diz que «chegou o momento do Dyego Sousa»

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Facebook

Outras Notícias

Sondagem

Quem tem o calendário mais difícil até final da temporada?

O selecionador Fernando Santos afirmou hoje que o avançado Dyego Sousa tem todas as condições para poder representar Portugal e mostrou-se satisfeito com o regresso de Cristiano Ronaldo, no apuramento para o Euro 2020.
Fernando Santos diz que «chegou o momento do Dyego Sousa»

"Todos os que reúnem as condições para representar a seleção, podem ser convocados a qualquer altura. Chegou o momento do Dyego Sousa. É importante ter conhecimento mais perto dos jogadores, além das observações ao vivo nos próprios e nos jogos que vemos em vídeo", explicou Fernando Santos, em conferência de imprensa, na Cidade do Futebol, em Oeiras.

Além da surpreendente chamada do jogador do Sporting de Braga, que nasceu no Brasil, mas vive em Portugal desde os 18 anos, o selecionador operou as estreias de Diogo Jota, a fazer uma boa temporada no Wolverhampton, e de João Félix, de 19 anos, em destaque no Benfica.

"Entendo que são jogadores que podem ser uteis à seleção. Se não fosse assim, não estavam convocados", disse o técnico de 64 anos.

Ausente desde o Mundial2018, que decorreu na Rússia e em que Portugal ‘caiu' nos oitavos de final, Cristiano Ronaldo volta a integrar a convocatória da formação lusa, algo que deixa a equipa "mais forte".

"Sabíamos que ele viria nesta fase. É só o melhor do mundo que vai voltar à sua equipa. Qualquer equipa fica sempre mais forte com Cristiano Ronaldo", considerou.

Fernando Santos falou ainda sobre o ‘hat-trick' que Ronaldo apontou na terça-feira ao serviço da Juventus, que apurou os italianos para os quartos de final da Liga dos Campeões, com um triunfo por 3-0 sobre o Atlético Madrid.

"Não me surpreende. Não fez mais do que fez com Portugal frente à Espanha no Campeonato do Mundo. O Ronaldo adora a seleção nacional, sempre deu tudo pela sua equipa e pelo seu país. Não me surpreende que ele continue a fazer isto. Surpreendido fiquei quando o conheci com 18 anos, isso sim", confessou.

Antigo treinador de FC Porto e Benfica (e também Sporting), o selecionador português deu ainda os parabéns a ‘dragões' e ‘encarnados' pelo apuramento para os quartos de final da Liga dos Campeões e da Liga Europa, respetivamente.

"Para Portugal seria muito bom ter nas meias-finais duas equipas", concluiu.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Comentários

Na Primeira Página

Pode gostar de ler