loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

G15 pede reunião com Pedro Proença para esclarecer reintegração do Gil Vicente

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Facebook

Outras Notícias

Sondagem

Quem precisa de mais reforços para a próxima época?

O G15, grupo dos clubes da I Liga de futebol com exceção dos três ‘grandes’, solicitou hoje uma reunião com caráter de emergência com o presidente da Liga da Clubes, Pedro Proença, na segunda-feira, pelas 10:30.
G15 pede reunião com Pedro Proença para esclarecer reintegração do Gil Vicente

Em causa está a reintegração do Gil Vicente na I Liga na temporada 2019/20, já hoje exigida em comunicado pela Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

Os clubes que constituem o G15 estiveram reunidos num hotel em Vila Nova de Gaia para debater o processo de reintegração do Gil Vicente, tendo decidido avançar para o pedido de reunião com o presidente da Liga de Cubes.

O presidente do Marítimo, Carlos Pereira, foi novamente o porta-voz do grupo no final da reunião, revelando que os clubes pretendem que seja esclarecida a situação do clube de Barcelos.

Segundo o dirigente, o G15 quer perceber melhor o "memorando, o acordo e a norma em vigor" que sustentam a decisão de devolver o Gil Vicente à I Liga de futebol, em 2019/2010.

Estiveram na reunião representantes de Marítimo, Braga, Boavista, Paços de Ferreira, Vitória de Setúbal, Rio Ave, Moreirense, Chaves, Tondela, Belenenses, Vitória Guimarães e Aves.

O Santa Clara e o Portimonense foram representados pelo Marítimo, enquanto o Nacional e o Estoril Praia faltaram.

Despromovido à II Liga na época 2006/07, por alegada irregularidade na utilização de Mateus, avançado atualmente no Boavista, o Gil Vicente viu a LPFP anunciar a sua reintegração na I Liga em 12 de dezembro de 2017, na sequência de uma decisão do Tribunal Administrativo do Círculo de Lisboa, em 2016.

Esta instância de recurso declarou nula a decisão de descida do Gil Vicente tomada pelo Conselho de Justiça da FPF, em agosto de 2006.

Na sequência disso, a LPFP aprovou, após recomendação da FPF, a reintegração do emblema de Barcelos no principal escalão na época 2019/20, determinando que, na presente temporada, fossem despromovidos três clubes e promovidos dois da II Liga.

Atualmente, o Gil Vicente disputa a Série A do Campeonato de Portugal – terceiro escalão –, sem que os seus jogos contem para a classificação, por determinação federativa.

Recentemente vários clubes do principal escalão admitiram recorrer à justiça para impugnar o campeonato, alegando que a decisão judicial de 2016 não obriga à reintegração do clube de Barcelos.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Comentários

Na Primeira Página

Pode gostar de ler