loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Sérgio Conceição: «Fizemos o nosso trabalho hoje e agora vamos a ver»

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Facebook

Outras Notícias

Sondagem

Quem irá conquistar a Taça de Portugal?

Declarações de Sérgio Conceição, treinador do FC Porto, no final do encontro Nacional-FC Porto (0-4), da 33.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol:
Sérgio Conceição: «Fizemos o nosso trabalho hoje e agora vamos a ver»

"Cumprimos o nosso dever, que era chegar aqui e ganhar o jogo.

Sabíamos que poderia ser um jogo difícil, pela situação do Nacional. Num ambiente e num campo sempre difícil, hoje com muito calor.

Houve uma situação no início que nos poderia ter causado problemas, mas, depois dessa situação, penso que chegámos aos golos com alguma tranquilidade, explorando uma ou outra fragilidade defensiva do Nacional, que tínhamos estrategicamente preparado. Penso que foi uma vitória justa, num jogo que poderia ter sido difícil.

A união entre todos, desde que comecei a minha caminhada no FC Porto, tem estado sempre presente. Foi um dos fatores importantes para termos vencido no ano passado.

Já ganhamos a Supertaça este ano e estamos ainda nesta fase a discutir o título e com a possibilidade de ganhar a Taça de Portugal. O espírito no balneário é verdadeiramente bom, com uma entreajuda fantástica. São um grupo muito solidário e talvez o melhor grupo que apanhei, não só como treinador, mas também como jogador. Tenho homens com um caráter fantástico.

Fizemos o nosso trabalho hoje e agora vamos a ver. O compromisso era no final deste jogo estar em primeiro lugar, mas não dependemos de nós. Vamos a ver o que acontece.

Importante é que hoje demos uma resposta fantástica. A pressão é diária dentro do FC Porto. A exigência é grande. Diariamente, trabalhamos sob pressão, num clube com esta grandeza. Estamos em ‘deadline’, dia após dia, mas isso faz parte da nossa vida dentro do futebol e temos de aceitar isso. Gosto dessa pressão.

Tivemos um campeonato muito competitivo. Demos tudo aquilo que tínhamos para dar. Tivemos algum demérito, como por exemplo contra o Guimarães onde tivemos sete ou oito oportunidades de golo e perdemos dois pontos. Mas, o campeonato é feito disto.

O Benfica não começou bem, numa primeira volta que não foi tão boa, mas fez uma excelente segunda volta. Estamos aqui na luta, mas não gosto de estar na luta até ao fim e perder. Gosto de ganhar”.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Comentários

Na Primeira Página

Pode gostar de ler