loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Paços de Ferreira na rua para celebrar título de campeões da II Liga

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Facebook

Outras Notícias

Sondagem

Quem precisa de mais reforços para a próxima época?

O presidente da Câmara Municipal de Paços de Ferreira, Humberto Brito, disse hoje ser "um orgulho" para o concelho ter um clube na I Liga de futebol, até pelo que isso pode potenciar na divulgação da "Capital do Móvel".
Paços de Ferreira na rua para celebrar título de campeões da II Liga

O autarca eleito pelo PS comentou assim o título de campeão da II Liga garantido hoje pelo Paços de Ferreira, com a vitória por 2-0 frente ao Cova da Piedade, na 34.ª e última jornada do campeonato, reservando para mais tarde a atribuição de um voto de louvor do município.

"É um orgulho para a cidade de Paços de Ferreira receber-vos e para o concelho ter um clube na I Liga, ainda por cima campeão. Ter um clube ao mais alto nível funciona, seguramente, como o maior embaixador da marca ‘Capital do Móvel'", disse Humberto Brito, no alto do camião panorâmico que conduziu a equipa desde o estádio até à rotunda da autarquia, no centro da cidade.

O elevado número de pessoas presentes na festa dos campeões pesou na decisão de transferir a receção e singela cerimónia do espaço camarário para o exterior.

Paulo Meneses e Vítor Oliveira, presidente e treinador do clube, respetivamente, também usaram da palavra em discursos de agradecimentos breves, porque o dia é de festa e não tem hora para acabar.

O plantel deixou o estádio de camião panorâmico e fez o curto percurso até ao centro da cidade em velocidade baixa e num clima de festa, pautada pelo hino do clube, repetido vezes sem conta, e pelos gritos de "campeões, campeões" entoados dentro, pelos jogadores, e no exterior, pelos adeptos que acompanharam a marcha lenta.

Com a taça de campeões sempre à vista, todos foram molhando a palavra até entrarem na rotunda tomada de assalto por centenas de pessoas em tons de amarelo e verde, numa comunhão de sentimentos onde não faltaram ovações, cânticos, fumos amarelos e brindes de champanhe.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Comentários

Na Primeira Página

Pode gostar de ler