loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Fernando Santos: «Estes jogadores têm feito um trabalho fantástico, inexcedível»

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Facebook

Outras Notícias

Sondagem

Quem precisa de mais reforços para a próxima época?

Declarações de Fernando Santos, selecionador de Portugal, à RTP após a vitória de Portugal na Liga das Nações de futebol, com triunfo por 1-0 sobre a Holanda, no Estádio do Dragão, no Porto.
Fernando Santos: «Estes jogadores têm feito um trabalho fantástico, inexcedível»

“Vamos atrás dos objetivos, procurámos com toda a nossa capacidade. Os jogadores têm sido inexcedíveis, porque é sempre muito difícil com apenas três, quatro ou cinco dias de trabalho e virem de equipas diferentes. Sempre muito difícil, mas foram inexcedíveis em termos de aplicação, atenção. Esta é muito a vitória deles, muito fruto desse trabalho e das ótimas condições de trabalho que a Federação Portuguesa de Futebol nos dá.

Aqueles que fazem parte e criaram esta família, que vem de há vários anos. Há cinco anos comigo, esta família é quase indestrutível. Nem sempre as coisas correm como queremos, mas isso não destrói a nossa família, que acredita sempre, sabe do que é capaz e pode fazer. E tem consciência disso.

Sabíamos que podíamos vencer este jogo, um adversário fortíssimo pela frente, mas sabíamos das nossas capacidades. Sempre disse aos jogadores que sempre acreditaram que podíamos vencer. Respeito e responsabilidade pelo grande adversário. Agora que ganhámos à Holanda, se calhar estão um bocadinho cansados, mas é uma grande equipa e Portugal fez um excelente jogo.

Estes jogadores têm feito um trabalho fantástico, inexcedível. Não tenho tempo para criar rotinas, automatismos, é muito difícil. Os jogadores acreditam no treinador, tentam fazer bem. Às vezes não sai bem a mim ou a eles, às vezes as coisas não são tão perfeitas como queríamos, mas não é por falta de empenho meu ou dos jogadores. Eles respondem sempre bem a qualquer forma de jogar. Entendi que esta era hoje a melhor para ganhar. Continuo a pensar que o importante é vencer.

Mesmo nos momentos maus, este grupo é sempre fortíssimo. São 60-70 pessoas que partilham este espaço. Muitas vezes encontrámos a família e vamos um pouco desconfiados um dos outros: aqui, mesmo para um estágio de 6-7 dias, é um grande prazer estarmos juntos. Isto faz a equipa. Claro que também a qualidade e classe dos jogadores ajuda a ganhar jogos.

Vamos continuar a trabalhar da mesma forma. Somos candidatos a procurar vencer as provas em que entramos. Esta já passou, vencemos, estamos contentes e felizes. Já dei os parabéns aos meus jogadores.

Quero partilhar o triunfo com a minha família, na bancada, que corre o mundo atrás de mim. Principalmente à minha mãe e cunhado, com os últimos meses muito dolorosos em termos de saúde. Também ao meu primo”.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Comentários

Na Primeira Página

Pode gostar de ler