loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Treinador Luís Castro quer futebol de ataque no Shakhtar Donetsk, da Ucrânia

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Facebook

Outras Notícias

Sondagem

Quem precisa de mais reforços para a próxima época?

Luís Castro afirmou hoje que deseja ver o Shakhtar Donetsk jogar futebol de ataque, depois de ter sido oficializado como treinador do atual campeão ucraniano de futebol para as próximas duas épocas.
Treinador Luís Castro quer futebol de ataque no Shakhtar Donetsk, da Ucrânia

O técnico, de 57 anos, realçou, em declarações ao sítio oficial do Shakhtar, que, depois de ter recebido a proposta do clube, não mais olhou para as restantes ofertas de trabalho que recebeu e disse estar à espera de colocar em campo "um futebol bonito e de ataque", que corresponda à visão do presidente, Rinat Akhmetov.

"Eu conheço o estilo de jogo do Shakhtar. O presidente fala de futebol com emoção. O clube está cada vez melhor e mais forte, e ele quer ver futebol bonito, de ataque. Nós [equipa técnica] temos a mesma visão. Vamos trabalhar arduamente para agradar aos adeptos", disse o técnico contratado ao Vitória de Guimarães, da I Liga portuguesa.

Luís Castro rumou à Ucrânia para substituir Paulo Fonseca, oficializado na terça-feira como novo treinador da Roma, da Liga italiana, e disse que já acompanhava a sua nova equipa devido ao trabalho do técnico português, de 46 anos, que venceu três campeonatos e três taças da Ucrânia, em três épocas.

"Eu já seguia o Shakhtar há algum tempo, devido ao Paulo Fonseca. Os nossos caminhos já se tinham cruzado no FC Porto [na época 2013/14]. Ele é um dos melhores treinadores portugueses", afirmou Luís Castro, que vai trabalhar fora de Portugal pela primeira vez.

No ativo desde 1999/00, quando iniciou a carreira no Águeda, o treinador integrou a estrutura do FC Porto entre 2006/07 e 2015/16 e treinou na I Liga nas últimas três épocas - foi sétimo classificado no Rio Ave (2016/17), sexto no Chaves (2017/18) e quinto no Vitória (2018/19).

O presidente do Shakhtar, também em declarações ao sítio oficial, diz ter sido aconselhado pela sua estrutura desportiva a contratar Luís Castro, em virtude da sua "filosofia e estilo de jogo", que pode estar na base de sucessos futuros da equipa, que já tem presença marcada na fase de grupos da Liga dos Campeões, para 2019/20.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Comentários

Na Primeira Página

Pode gostar de ler