loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Juventus anuncia Maurizio Sarri como o novo treinador

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Facebook

Outras Notícias

Sondagem

Quem precisa de mais reforços para a próxima época?

O italiano Maurizio Sarri é o novo treinador da Juventus, de Cristiano Ronaldo e João Cancelo, anunciou hoje o clube «bianconeri», ao mesmo tempo que o Chelsea.
Juventus anuncia Maurizio Sarri como o novo treinador

Sarri, de 60 anos, tinha contrato com os ingleses por três épocas, mas acabou por cumprir apenas uma e regressar a Itália, onde assume o comando do clube dos dois internacionais portugueses e o que tem mais títulos no país, incluindo os últimos oito.

“Maurizio Sarri regressa a Itália, onde treinou na maior parte da sua carreira. E a partir de hoje assume as rédeas da Juventus, com um contrato até 30 de junho de 2022”, refere a formação de Turim na sua página oficial na internet.

A ‘Juve’ lembra que em Inglaterra Maurizio Sarri levou o Chelsea ao terceiro lugar na Liga inglesa, à final da Taça da Liga, perdida para o Manchester City, e à conquista da Liga Europa, na qual venceu na final o Arsenal.

Da parte dos ingleses, a diretora Marina Granovskaia explicou que o treinador tinha manifestado vontade de regressar ao seu país, onde estará mais perto da família e dos pais, que nesta fase da vida precisam dele.

“Em conversas que tivemos após a final da Liga Europa, Maurizio deixou claro o forte desejo de voltar ao país natal, explicando as razões desse regresso, que eram significativas”, adiantou Granovskaia.

Na Juventus, o treinador sucede ao seu compatriota Massimiliano Allegri, que esteve nos últimos cinco títulos na Série A, mas falhou, uma vez mais, as ambições na Liga dos Campeões, ao ser eliminado pelo Ajax nos quartos de final.

Sarri fez toda a carreira em Itália, onde começou em 1993/94 no Craviglia, passando por equipas amadoras, como o Valderna, Sansovino, Sangiovannese, Grosseto, Alessandria e Sorrento, além de Pescara e Verona.

A partir de 2013, orientou o Empoli durante três épocas e deu o salto para o Nápoles, onde também permaneceu três anos, antes da única temporada em Inglaterra.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Comentários

Na Primeira Página

Pode gostar de ler