loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Mundial-2019: Golo no prolongamento garante à Holanda presença inédita à final

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Facebook

Outras Notícias

Sondagem

Quem vai vencer a Taça da Liga?

Um golo de Jackie Groenen, no prolongamento, permitiu à Holanda vencer 1-0 a Suécia e assegurar uma inédita qualificação para a final de um Campeonato do Mundo de futebol feminino, cuja presente edição decorre em França.
Mundial-2019: Golo no prolongamento garante à Holanda presença inédita à final

Em Lyon, a jogadora do Manchester United teve papel decisivo para o histórico apuramento das holandesas, tendo apontado o tento do triunfo, aos 99 minutos, na sequência de um remate colocado, à entrada da área.

Até então, nenhuma das seleções tinha conseguido encontrar o caminho do golo, ainda que as campeãs europeias tenham criado algumas situações de perigo na primeira parte, sobretudo através de Vivianne Miedema.

Com um jogo muito físico e assente nos duelos aéreos, a Suécia tentou criar embaraços à defensiva ‘laranja’ e, no segundo tempo, Nilla Fischer esteve perto de inaugurar o marcador, valendo a grande intervenção da guardiã holandesa.

A sueca Hedvig Lindahl também evitou o golo da Holanda, após cabeceamento de Miedema, adiando as decisões para o prolongamento, durante o qual Jackie Groenen recebeu um passe à entrada da área e inaugurou o marcador.

O conjunto nórdico ainda procurou tirar partido das bolas paradas de que dispôs, mas nunca conseguiu ultrapassar Sari van Veenendaal.

Na segunda participação num Mundial de futebol feminino, a Holanda consegue uma inédita qualificação para a final, na qual vai defrontar o campeão em título e recordista de troféus (três), Estados Unidos, no domingo, em Nice, a partir das 16:00 (hora de Lisboa).

Já a Suécia, finalista em 2003 e terceira classificada nas edições de 1991 e 2011, vai discutir, no sábado, às 16:00, o terceiro lugar com a Inglaterra, que na terça-feira foi eliminada pelas norte-americanas.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Na Primeira Página

Pode gostar de ler