loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Matthijs De Ligt admite influência de Ronaldo na ida para a Juventus

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Facebook

Outras Notícias

Sondagem

Quem precisa de mais reforços para a próxima época?

O holandês Matthijs De Ligt, apresentado hoje como novo jogador do Juventus, disse que o português Cristiano Ronaldo o abordou durante a Liga das Nações de futebol para o incentivar a assinar pelo clube italiano.
Matthijs De Ligt admite influência de Ronaldo na ida para a Juventus

O central Matthijs De Ligt, de 19 anos, afirmou que escolheu a Juventus porque os italianos demonstraram realmente que o queriam, apesar do interesse de outros grandes clubes na sua contratação.

O internacional holandês chega à Juventus por 85,5 milhões de euros (75 pelo passe, mais 10,5 em comissões e variáveis), depois de capitanear o Ajax na temporada passada, e explicou que a pressão a que irá estar submetido não será um problema.

"A Itália é conhecida pelo futebol defensivo e isso para mim é um desafio. A Juventus transmitiu-me confiança e mostrou que realmente me queria e tenho muito orgulho em estar aqui”, disse De Ligt, na conferência de imprensa de apresentação.

Para o holandês, a transferência para Itália é um grande passo na sua carreira, reconhecendo a influência de Cristiano Ronaldo na sua decisão, nomeadamente após o encontro entre as seleções na final da Liga das Nações.

"Estava a pensar para onde é que eu poderia ir depois do verão. Tinha uma ideia, mas queria decidir depois da Liga das Nações. E estava praticamente decidido, mas aí o Cristiano Ronaldo perguntou se eu não queira ira para a Juventus”, disse.

Para superar a concorrência de clubes como o FC Barcelona e Paris Saint-Germain, a Juventus ofereceu à De Ligt um contrato de cerca de 12 milhões de euros por ano, sem que isso pressione o holandês.

"A pressão é normal quando um clube paga um monte de dinheiro para te contratar. Mas se queres ser um grande jogador, tens de o assumir. Para mim, isso não é grande coisa, não é um problema. Eu quero mostrar o meu valor no campo", afirmou.

De Ligt, que irá envergar a camisola com o número 4 da Juventus, um dorsal que usa desde as camadas jovens, manifestou-se admirador de Fabio Cannavaro, ex-jogador da Juventus e do Real Madrid, entre outras equipas.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Comentários

Na Primeira Página

Pode gostar de ler