loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Síntese: Braga ganha vantagem e Vitória adia decisão para Guimarães

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Facebook

Outras Notícias

Sondagem

Acha que Frederico Varandas tomou a decisão certa ao despedir Marcel Keizer?

O Sporting de Braga ganhou hoje vantagem na ‘corrida’ à fase de grupos da Liga Europa de futebol, perante o Spartak de Moscovo (1-0), enquanto o Vitória de Guimarães arrecadou um nulo (0-0) na visita ao FCSB.
Síntese: Braga ganha vantagem e Vitória adia decisão para Guimarães

Na primeira mão do ‘play-off’, os ‘arsenalistas’, que vinham de uma derrota em Alvalade para o campeonato, chegaram ao triunfo a um quarto de hora do final, graças ao golo de Ricardo Horta, aos 74 minutos.

No caminho para a fase grupos, em que já estão FC Porto e Sporting, o Sporting de Braga vai para Moscovo com uma curta – mas importante – vantagem na ‘bagagem’, em vésperas de receber o Benfica, para a I Liga.

Já o rival minhoto Vitória de Guimarães, que ultrapassou duas eliminatórias até chegar a este ‘play-off’, conseguiu ‘sobreviver’ a algumas oportunidades do FCSB – antigo Steaua de Bucareste – e conquistou um nulo que abre boas perspetivas para o segundo jogo, na ‘Cidade Berço’.

Sob arbitragem do português Artur Soares Dias, o Wolverhampton, treinado por Nuno Espírito e com Rui Patrício, Rúben Vinagre, João Moutinho e Diogo Jota no ‘onze’, conseguiu um triunfo por 3-2 em Turim, que começou a ser ‘desenhado’ aos 43 minutos, com um autogolo de Bremer.

Jota aumentou a vantagem dos ‘Wolves’, aos 59 minutos, antes de Lorenzo De Silvestri reduzir para o Torino, aos 61. Já com Pedro Neto em campo, o Wolverhampton chegou ao terceiro golo numa iniciativa do ex-benfiquista Raúl Jiménez, aos 72, só que Andrea Belotti relançou a esperança dos italianos para a segunda mão, ao converter uma grande penalidade, aos 89.

Em contraste, o AEK, comandado por Miguel Cardoso, ficou em maus ‘lençóis’ nesta última fase preliminar, depois de ser derrotado em casa pelo Trabzonspor, por 3-1, num encontro realizado à porta fechada, devido ao castigo imposto pela UEFA ao emblema grego.

Os helénicos, que contaram com os jogadores lusos Paulinho, Hélder Lopes, André Simões, David Simão e Nélson Oliveira de início, além de Francisco Geraldes, que foi lançado na segunda parte, adiantaram-se no marcador logo aos quatro minutos, através de Marko Livaja.

Contudo, os turcos, que tiveram João Pereira entre os titulares e que já tinham falhado uma grande penalidade, inverteram o rumo do jogo, graças a Caleb Ekuban. O avançado ganês anotou um ‘hat-trick’, aos 29, 44 e 70 minutos, deixando o Trabzonspor com elevadas chances de seguir em frente.

A outra formação grega presente no ‘play-off’, o PAOK, liderada por Abel Ferreira, perdeu por 1-0 no reduto do Slovan Bratislava, com o golo da vitória a surgir aos 90+4 minutos, por intermédio de Myenty Abena.

O Eintracht Frankfurt, com o avançado português Gonçalo Paciência a ser lançado ao intervalo, perdeu em Estrasburgo, por 1-0, enquanto o lateral Aurélio Buta, do Antuérpia, foi expulso no empate 1-1 com o AZ Alkmaar, sendo que Ivo Rodrigues também foi titular nos belgas.

Bem lançados para a fase de grupos estão PSV e Feyenoord, ambos com triunfos por 3-0.

O conjunto de Roterdão, com o central Edgar Ié de início, bateu os israelitas do Hapoel Beer Sheva, do defesa Miguel Vítor (ex-Benfica), e a formação de Eindhoven, sem o internacional luso Bruma, superou os cipriotas do Apollon, que contaram com o extremo João Pedro.

Os jogos da segunda mão do ‘play-off’ de acesso à fase de grupos da Liga Europa estão agendados para 29 de agosto.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Comentários

Na Primeira Página

Pode gostar de ler