loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Ivo Vieira: «É de ressalvar o comportamento dos atletas»

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Facebook

Outras Notícias

Sondagem

Acha que Frederico Varandas tomou a decisão certa ao despedir Marcel Keizer?

Declarações de Ivo Vieira, treinador do Vitória de Guimarães, após o empate frente ao Famalicão (1-1), da terceira jornada da I Liga portuguesa de futebol, disputado em Guimarães.
Ivo Vieira: «É de ressalvar o comportamento dos atletas»

"Na primeira parte, demos estrategicamente a iniciativa ao Famalicão e criámos muitas oportunidades. O resultado ao intervalo era injusto. Na segunda parte, entrámos bem e marcámos um golo. Sofremos num contra-ataque, cujo desequilíbrio foi da minha responsabilidade. Nos últimos 20 minutos, o jogo esteve partido, mas tentámos ganhar. O Famalicão também podia ter marcado em alguns lances.

É de ressalvar o comportamento dos atletas. Lutaram até à exaustão e tentaram ganhar o jogo, com intensidade. O resultado não me satisfaz. Em relação ao golo sofrido, tínhamos de ser mais incisivos na abordagem ao lance. Numa situação de [contra-ataque] de dois contra quatro, o Famalicão conseguiu fazer um golo. Não estávamos de forma correta no equilíbrio. Em relação às tomadas de decisão no último terço, acredito nos atletas do Vitória. É com treino que isso pode melhorar. Cometemos muitos erros em termos de último passe, mas conseguimos chegar lá [à área] muitas vezes.

O Famalicão apetrechou-se com qualidade individual e coletiva. Tivemos a estratégia de não pressionar de forma muito intensa na primeira fase de construção, para não sermos ultrapassados e ficarmos com a defesa exposta. Na primeira parte, conseguimos anular o jogo ofensivo do Famalicão. O Famalicão fez muitos passes entre defesas e guarda-redes e isso fez com que tivéssemos menos bola.

Orgulho-me desta situação [jogos de três em três dias]. Vamos com oito jogos num mês. Isso traz muitas rotinas de jogo, mas também algum desgaste no desempenho dos atletas. Optámos por muitas alterações no ‘onze’. A equipa deu uma resposta muito boa".

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Comentários

Na Primeira Página

Pode gostar de ler