loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Benfica «depende muito» das competições europeias – Domingos Soares de Oliveira

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Facebook

Outras Notícias

Sondagem

Acha que Frederico Varandas tomou a decisão certa ao despedir Marcel Keizer?

O administrador executivo da Benfica SAD, Domingo Soares de Oliveira, admitiu hoje, na Soccerex, em Oeiras, que o clube ‘encarnado’ “depende muito”, financeiramente, da presença nas competições europeias de futebol.
Benfica «depende muito» das competições europeias – Domingos Soares de Oliveira

“As receitas que conseguimos no mercado interno são bastante limitadas, por isso dependemos muito das competições europeias”, começou por dizer o administrador, adiantando que 25 a 30% das receitas diretas das ‘águias’ são originárias desse campo.

Domingos Soares Oliveira lembrou que há ainda que “acrescentar toda a parte de bilheteira e patrocínios”, o que faz com que seja “muito importante” para o clube manter-se “neste grupo de clubes que regularmente jogam provas europeias”.

O CEO da SAD ‘encarnada’ abordou também a questão dos direitos televisivos em Portugal, abrindo a porta a um novo modelo onde podem entrar os ‘gigantes’ Amazon, Netflix ou Facebook.

“O nosso primeiro objetivo é ser rentável e cabe-nos arranjar maneira de o conseguir. Foi algo que atingimos nos últimos seis anos e que em clubes da ‘Premier League’, por exemplo, é mais fácil de conseguir, de tão elevado que é o valor dos direitos televisivos. Em Portugal, não é assim, mas acredito que num futuro próximo vamos ter mudanças e que clubes e donos dos direitos vão ter de trabalhar em conjunto para encontrar novas formas de ter retorno”, antecipou o administrador da SAD do Benfica.

Além das contas, Domingos Soares de Oliveira sublinhou que o Benfica tem uma história que não lhe permite entrar na Liga dos Campeões apenas com motivações económicas, afirmando que o clube vê a competição máxima da UEFA como “a oportunidade de estar nos melhores palcos”.

O administrador reiterou ainda que o Benfica está disponível para dar o seu consentimento a um modelo competitivo onde seja reconhecido o mérito desportivo.

“Sempre houve e sempre haverá diferenças entre clubes, quer a nível internacional, quer a nível doméstico. Mas, se o novo modelo promover o reconhecimento das prestações desportivas, nós, no Benfica, estamos satisfeitos”, concluiu Soares de Oliveira.

A Soccerex, evento que junta ex-jogadores, dirigentes e outros agentes para debater a indústria do futebol, estreia-se em Portugal e, entre quinta e hoje, passam por Oeiras nomes conhecidos da modalidade, como o presidente da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), Fernando Gomes, o presidente da Liga espanhola, Javier Tebas, o antigo selecionador de França Gerard Houlier e os ex-futebolistas Christian Karembeu e Deco, entre outros, espalhados por diferentes conferências e temas que vão desde a forma de liderança no futebol europeu a novas áreas, como os e-sports.

A Soccerex organiza estes fóruns desde 1995, tendo já passado por 19 cidades e 13 países diferentes. Este ano, a organização fez uma aposta em "mercados emergentes no futebol" e já passou também pela China, em maio, marcando ainda presença nos Estados Unidos da América, em novembro. A realização da Soccerex na Europa cabe pela primeira vez a Portugal, com Oeiras a acolher mais de 60 oradores no ciclo de dois dias de conferências.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Comentários

Na Primeira Página

Pode gostar de ler