loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Segunda fase da Cidade Desportiva do Sporting de Braga arranca em outubro

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Facebook

Outras Notícias

Sondagem

Acha que Frederico Varandas tomou a decisão certa ao despedir Marcel Keizer?

A segunda fase da Cidade Desportiva do Sporting de Braga, que contempla um mini-estádio, o pavilhão multiusos e áreas residenciais para o futebol profissional e de formação, vai arrancar em outubro, informou hoje o clube minhoto.
Segunda fase da Cidade Desportiva do Sporting de Braga arranca em outubro

O Sporting de Braga e a Câmara Municipal de Braga celebraram, na passada sexta-feira, a outorga da escritura pública para a constituição do direito de superfície a favor do clube sobre os terrenos onde será edificada a segunda fase da Cidade Desportiva ‘arsenalista'.

Uma vez terminada a obra, a zona vai passar "a constituir a sede de toda a estrutura do Sporting de Braga, desde as suas equipas de futebol e das várias modalidades, passando pelas áreas administrativas e de apoio aos associados", pode ler-se numa nota publicada no site oficial dos bracarenses.

A primeira fase, que criou o centro de formação do futebol, foi inaugurada em 2017, e a segunda estava prevista ser concluída este ano, mas divergências entre a autarquia e o clube obrigaram a alterações ao projeto inicial e adiaram a conclusão do acordo agora firmado, prevendo-se que possa estar terminada em 2021, ano em que o Sporting de Braga cumpre o 100.º aniversário.

Serão construídos um estádio com capacidade para 2.200 espetadores, no qual passarão a jogar as equipas B e feminina, áreas residenciais para o futebol profissional e de formação, um pavilhão multiusos (projeto que aproveitará o esqueleto da inacabada piscina olímpica contígua ao estádio municipal), um novo espaço de trabalho do futebol profissional, serviços administrativos, loja do associado e museu, entre outras valências.

"O complexo da Cidade Desportiva - implementado numa área de terreno anexa ao Estádio Municipal com 17 hectares - vê também incluídos os relvados de apoio (campos de treino) na sua configuração, concentrando assim todo o espaço do futebol profissional", indica a nota.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Comentários

Na Primeira Página

Pode gostar de ler