loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Vítor Oliveira: «O Boavista jogou notoriamente para o 0-0»

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Facebook

Outras Notícias

Sondagem

Acha que Silas é uma boa opção para o Sporting?

Declarações de Vítor Oliveira, treinador do Gil Vicente, no final do encontro frente ao Boavista (0-0), da sexta jornada da I Liga portuguesa de futebol.
Vítor Oliveira: «O Boavista jogou notoriamente para o 0-0»

"Controlámos o jogo todo e o Boavista não fez um remate à nossa baliza na segunda parte.

Criámos três ou quatro situações e o guarda-redes fez duas defesas. Atendendo ao caudal ofensivo que tivemos, definimos muito mal no último terço, tivemos pouca agressividade e fomos penalizados.

Perante uma defesa muito experiente e habituada a jogar dentro deste estilo de jogo, nunca conseguimos explorar as costas dos laterais do Boavista, uma situação que pretendíamos para ter assistências de qualidade. Estivemos fraquíssimos nas bolas paradas, com uma série de cantos e livres que não foram aproveitados minimamente.

O Boavista jogou notoriamente para o 0-0 e nunca quis arriscar à procura da vitória. Sente-se confortável nessa forma de atuar e nós fomos incapazes de contrariar. Não temos nada contra o Boavista, mas contra nós.

Estes jogos, em que conseguimos vantagem numérica e estamos a jogar em casa, com o apoio do nosso público, não se podem empatar. Estes dois pontos fazem a diferença entre quem faz um campeonato bom, medíocre ou suficiente. É evidente que este aborrecimento amanhã já passa, mas era um jogo demasiado importante.

Uma última nota, não pelo jogo em si, mas como pessoa do futebol, que penso que enerva toda a gente: a gestão dos amarelos, do tempo de jogo, da marcação dos livres, da reposição das bolas. É obrigatório fazer um apelo a todos os agentes para que essas situações se alterem o mais rapidamente possível. É absolutamente ridículo o tempo que o jogo leva parado.

Neste momento, temos o Lourency e o [Zakaria] Naidji de fora. São dois jogadores importantes em termos ofensivos para a nossa equipa, que ainda está em formação. O jogo com o FC Porto veio tapar uma série de coisas e iludir muita gente. A nós não nos iludiu minimamente, porque sabemos com aquilo que contamos, mas continuo a dizer que temos gente para conseguir os objetivos do Gil Vicente".

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Na Primeira Página

Pode gostar de ler