loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

LC: Benfica tem saldo 'nulo' com Zenit, russos invictos em fases de grupos

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Facebook

Outras Notícias

Sondagem

Frederico Varandas deve pedir a demissão de presidente do Sporting?

Benfica e Zenit têm saldo ‘nulo’ nos confrontos diretos na Liga dos Campeões em futebol, em vésperas do sétimo jogo, mas os russos estão invictos em encontros da fase de grupos, também com todas as outras equipas lusas.
LC: Benfica tem saldo 'nulo' com Zenit, russos invictos em fases de grupos

Às duas eliminações às mãos dos ‘encarnados’, nos ‘oitavos’ das edições de 2011/12 e 2015/16, a equipa de São Petersburgo contrapõe, pelo meio, em 2014/15, com dois triunfos em dois jogos na fase de grupos.

O Zenit está 100% vitorioso com o Benfica e, no total dos jogos contra equipas lusas em fases de grupos, da ‘Champions’ ou da Liga Europa, segue invicto, somando, face a FC Porto e Vitória de Guimarães, três vitórias e dois empates.

No que respeita aos embates entre os ‘encarnados’ e o Zenit, o primeiro aconteceu em São Petersburgo, em 15 de fevereiro de 2012, e os russos venceram por tangenciais 3-2, em encontro da primeira mão dos oitavos de final da ‘Champions’ 2011/12.

O uruguaio Maxi Pereira adiantou o ‘onze’ de Jorge Jesus, aos 20 minutos, mas os russos deram a volta ao resultado, com tentos de Shirikov, aos 27, e Semak, aos 71. Aos 87, o paraguaio Óscar Cardozo ainda empatou, mas Shirokov ‘bisou’ de imediato, aos 88.

Na segunda mão, na Luz, em 06 de março, o Benfica conseguiu, porém, dar a volta à eliminatória, com dois golos nos descontos, um de cada parte: Maxi Pereira voltou a marcar, aos 45+1, e Nelson Oliveira sentenciou aos 90+3, depois de entrar aos 80.

Três épocas depois, os dois conjuntos encontraram-se no Grupo C da Liga dos Campeões, e logo na primeira jornada, na Luz, onde os russos, liderados pelo português André Villas-Boas, triunfaram por 2-0, em 16 de setembro.

O ex-portista Hulk, aos cinco minutos, e o ex-benfiquista Axel Witsel, aos 22, apontaram os tentos do Zenit, o segundo já depois da expulsão do guarda-redes ‘encarnado’ Artur, aos 18. Paulo Lopes entrou para a baliza.

Na segunda volta, em 26 de novembro, o Benfica voltou a perder, desta vez por culpa de um ex-jogador do Sporting, o médio ofensivo Danny, que faturou aos 79 minutos. Nos descontos, o ‘capitão’ benfiquista Luisão viu pela segunda vez o amarelo.

Pela terceira vez em cinco anos, e pela segunda época seguida, Benfica e Zenit defrontaram-se na ‘Champions’ 2015/16, novamente nos oitavos de final, e, a eliminar prevaleceu de novo o conjunto português, agora comandado por Rui Vitória.

Face ao conjunto ainda liderado por Villas-Boas, os ‘encarnados’ adiantaram-se na eliminatória em 16 de fevereiro de 2016, graças a mais um golo apontado em período de descontos, desta vez aos 90+1 minutos, pelo brasileiro Jonas.

Em 09 de março, no Estádio Petrovskiy, em São Petersburgo, Hulk voltou a faturar ao Benfica, um ‘vício’ que adquiriu no FC Porto, aos 69 minutos, e deixou tudo empatado.

Na parte final do encontro, o conjunto luso conseguiu, porém, dar a volta ao resultado e selar o apuramento, com um tento do argentino Nicolás Gaitán, aos 85 minutos, e outro do brasileiro Talisca, aos 90+6.

Nos outros embates com equipas russas, o Benfica começou por afastar o Torpedo Moscovo, na primeira ronda da Taça dos Campeões de 1977/78, nos penáltis, na então capital da União Soviética, depois de 210 minutos sem golos.

Nos anos 90 do século passado, os ‘encarnados’ eliminaram mais duas equipas russas, o Dínamo Moscovo, na terceira ronda da Taça UEFA de 1992/93 (2-2 fora e 2-0 em casa), e o Lokomotiv Moscovo, na segunda eliminatória da Taça das Taças de 1996/97, com dois triunfos (1-0 em casa e 3-2 fora).

A primeiro e único desaire a duas mãos aconteceu em 2004/05, nos 16 avos de final da Taça UEFA, perante o CSKA Moscovo, que venceu por 2-0 em casa e, depois, empatou 1-1 na Luz.

Em fases de grupos da ‘Champions’, o Benfica encontrou ainda o Spartak Moscovo (1-2 fora e 2-0 em casa), em 2012/13, e novamente o CSKA Moscovo (1-2 em casa e 0-2 fora), em 2017/18, a época ‘negra’ das seis derrotas em seis jogos (1-14 em golos).

No que respeita ao Zenit destaque para a eliminação perante o Nacional, no ‘play-off’ da Liga Europa de 2009/10 (3-4 fora e 1-1 em casa), e o apuramento face ao Paços de Ferreira, no ‘play-off’ da ‘Champions’ 2013/14 (4-1 fora e 4-2 em casa).

Em fase de grupos, deu-se bem com o Vitória de Guimarães (2-1 em casa na Taça UEFA de 2005/06) e também, na Liga dos Campeões, com o FC Porto (3-1 em casa e 0-0 fora, em 2011/12, e 1-0 no Dragão e 1-1 em São Petersburgo, em 2013/14).

O Benfica e o Zenit encontram-se na quarta-feira, em São Petersburgo, pelas 20:00 (em Lisboa), em encontro da segunda jornada do Grupo G da Liga dos Campeões.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Na Primeira Página

Pode gostar de ler