loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Covid-19

Walterson adverte que ainda «é cedo para o Famalicão pensar na Europa»

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Após os primeiros jogos das competições nacionais e internacionais, quem está em melhor forma?

O avançado do Famalicão Walterson Silva advertiu hoje que «é muito cedo para pensar na Europa» e que só depois de garantida a permanência na I Liga de futebol é que a equipa «lutará por outros objetivos».
Walterson adverte que ainda «é cedo para o Famalicão pensar na Europa»

Walterson mantém o discurso de que a equipa está com "os pés na terra", mas admitiu que pode "sonhar mais lá para a frente".

"São só sete as jornadas decorridas, estamos a fazer um ótimo trabalho, mas é muito cedo para pensar na Europa. O campeonato português é muito difícil e somos uma equipa recente na I Liga. Há que manter os pés na terra e ver o que acontece mais para a frente", assinalou.

O jogador disse aos jornalistas, antes de uma sessão de treino aberta, que não está surpreendido com a classificação do Famalicão – líder isolado, um ponto à frente de FC Porto e Benfica -, explicando que "o clube fez contratações de qualidade".

“Sabíamos que poderíamos lutar mais na frente. Primeiro, queremos garantir a permanência e estes 19 pontos são importantes para isso. Depois, lutaremos por outros objetivos", disse.

O central Patrick William, que foi totalista nas primeiras sete jornadas, falou do próximo desafio do Famalicão, observando que pretende deslocar-se ao Estádio do Dragão, no regresso do campeonato, com o propósito de tentar contrariar o favoritismo do FC Porto.

"Respeitamos muito o FC Porto, mas também jogamos e vamos impor o nosso ritmo de jogo. Pretendemos fazer um bom jogo, impor o nosso ritmo e, quem sabe... Será como com o Sporting. É mais uma prova de fogo, como também foi com o Belenenses. Respeitamos, mas também jogamos", acrescentou.

Patrick defendeu que a liderança é algo "muito bom", até porque "ninguém a esperava e é merecida".

"Agora, toda a gente nos quer alcançar. Estamos um pouco pressionados, mas é melhor assim. Tranquilos, ser líder é melhor", disse ainda.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página