loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Portuguesas perdem 1-0 em teste com a Inglaterra em Setúbal

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Facebook

Outras Notícias

Sondagem

Frederico Varandas deve pedir a demissão de presidente do Sporting

A seleção portuguesa feminina de futebol perdeu hoje com a Inglaterra, por 1-0, em jogo de preparação para a fase de qualificação para o Euro2021, realizado no Estádio do Bonfim, em Setúbal.
Portuguesas perdem 1-0 em teste com a Inglaterra em Setúbal

O golo que deu o triunfo às britânicas, que vão acolher o campeonato da Europa em 2021, foi apontado aos 72 minutos por Beth Mead, avançada do Arsenal, que aproveitou um erro da guarda-redes Patrícia Morais para dar o triunfo à equipa treinada por Phill Neville.

Antes do início do encontro, Portugal, que no 'onze' inicial atuou com quatro jogadoras que tinham sido titulares no recente triunfo (1-0) sobre a Albânia na qualificação para o Euro2021, sofreu uma contrariedade, ao ter dispensar Raquel Infante, defesa do Benfica, devido a uma gastroenterite.

As inglesas assumiram o controlo do jogo desde o primeiro minuto, fazendo valer o seu estatuto de favoritas, traduzido no facto de nos oito duelos anteriores com Portugal terem vencido seis e empatado duas vezes [2-2 em 2000 e 1-1 em 2001].

Apesar de as comandadas de Francisco Neto terem tido alguns bons momentos no meio-campo contrário no primeiro tempo, quase sempre protagonizados por Jéssica Silva, as anfitriãs sentiram junto da sua área muitas dificuldades em suster o ímpeto das britânicas.

Rachel Daly, aos dois minutos, Bethany England (13), Lucy Bronze (24) e Beth Mead (32 e 45+1) ficaram perto de inaugurar o marcador para as forasteiras, que só não celebraram devido a boas intervenções da guarda-redes Patrícia Morais, que foi a figura do primeiro tempo.

Após o intervalo, a Inglaterra continuou a dominar o jogo e a dispor de várias oportunidades para desfazer o nulo. Depois de um sério aviso aos 66 minutos, as britânicas chegaram ao golo aos 72, num lance em que, pelas piores razões, a guarda-redes Patrícia Morais foi protagonista, ao não segurar a bola num cruzamento fácil do lado esquerdo, que Beth Mead aproveitou para encostar para o 1-0 final.

Já em tempo de compensação, aos 90+3, Portugal teve a melhor ocasião de todo o jogo para marcar e chegar ao empate, que só não aconteceu porque o livre direto de Cláudia Neto, que tinha substituído Ana Borges aos 73, acertou na trave da baliza de Ellie Roebuck.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Na Primeira Página

Pode gostar de ler