loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Óbito/Jordão: Hilário «chocado» com a morte de «um grande jogador e homem»

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Facebook

Outras Notícias

Sondagem

Frederico Varandas deve pedir a demissão de presidente do Sporting?

O antigo internacional português Hilário, figura histórica do Sporting, manifestou-se hoje «chocado» com a morte de Jordão, aos 67 anos, assinalando que ex-futebolista «deixa saudades».
Óbito/Jordão: Hilário «chocado» com a morte de «um grande jogador e homem»

“Foi um grande atleta e que deixa saudades. Estou muito chocado”, afirmou em declarações à agência Lusa Hilário, atualmente com 80 anos, que terminou a carreira quando Jordão ainda representava o Benfica, em 1972/73.

O antigo defesa dos ‘leões’, lembrou Jordão como “grande jogador e homem” e salientou a passagem do antigo avançado não só pelo Sporting, mas também pelo Benfica, clube no qual foi igualmente uma “referência”.

Jordão morreu hoje, aos 67 anos, no Hospital de Cascais, onde estava internado, em consequência de problemas cardíacos.

O antigo jogador, natural de Benguela, destacou-se no Benfica, clube no qual iniciou a carreira, em 1971/72, e no Sporting, tendo disputado 43 jogos pela seleção portuguesa e marcado 15 golos, dois dos quais no Europeu de 1984, no qual Portugal foi eliminado nas meias-finais.

Jordão, que jogou também no Saragoça e no Vitória de Setúbal, onde terminou a carreira, em 1988/89, foi melhor marcador do campeonato português nas épocas 1975/76 e 1979/80, tendo conquistado seis títulos de campeão nacional, três Taças de Portugal e uma Supertaça portuguesa.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Na Primeira Página

Pode gostar de ler