loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

LC: Anthony Lopes admite que Benfica está obrigado a vencer Lyon

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Facebook

Outras Notícias

Sondagem

Frederico Varandas deve pedir a demissão de presidente do Sporting?

O internacional português Anthony Lopes admitiu hoje que o Benfica está «mais pressionado» a vencer o Lyon, para o grupo G da Liga dos Campeões de futebol, e confessou que o encontro de quarta-feira vai ser «especial».
LC: Anthony Lopes admite que Benfica está obrigado a vencer Lyon

"[Regressar a Portugal] É especial para mim, claro. É um jogo que me permite jogar no meu país. Conheço o estádio e alguns jogadores que vou defrontar, portanto, não será nenhuma novidade", disse o guardião do Lyon, em conferência de imprensa.

Anthony Lopes falava na antevisão da partida de quarta-feira, no Estádio da Luz, onde o Lyon, que tem quatro pontos em dois jogos, vai defrontar um Benfica que somou dois desaires e está em 'branco' no grupo G.

"Sabemos que eles precisam de um resultado positivo, precisam de uma vitória e têm a obrigação de ganhar. No entanto, nós também. Estamos aqui para ganhar o jogo, conquistar pontos. Eles têm mais pressão, porque não conseguiram conquistar qualquer ponto nos primeiros jogos", observou.

O guarda-redes luso elogiou ainda os métodos do novo treinador do Olympique, Rudi Garcia, que recentemente substituiu o brasileiro Sylvinho: "Tem métodos muito bons. Cabe-nos agora trabalhar o mais possível. Estamos juntos há pouco tempo, mas estamos no bom caminho."

Aos 29 anos, Anthony Lopes é um dos jogadores mais antigos do plantel do Lyon, tendo, inclusive, defrontado o benfiquista Haris Seferovic, em 2013. O avançado suíço atuava na Real Sociedad e, na altura, chegou mesmo a bater o guardião luso na primeira mão do 'play-off' da Liga Europa entre franceses e bascos.

"Lembro-me perfeitamente do golo do Seferovic", começou por comentar entre sorrisos, antes de deixar uma ressalva: "O perigo no Benfica vem de todos os lados. De qualquer forma, nós também temos armas para ganhar o jogo."

O Benfica, quarto e último colocado do grupo G, sem qualquer ponto, recebe o Lyon, segundo, com quatro, na quarta-feira, a partir das 20:00, no Estádio da Luz, em Lisboa, num encontro que será dirigido pelo eslovaco Ivan Kruliak.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Na Primeira Página

Pode gostar de ler