loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Geoffrey Kamworor e estreante Joyciline Jepkosgei vencem maratona de Nova Iorque

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Facebook

Outras Notícias

Sondagem

Frederico Varandas deve pedir a demissão de presidente do Sporting?

O queniano Geoffrey Kamworor venceu hoje, pela segunda vez, a maratona de Nova Iorque, nos Estados Unidos, que teve como surpresa o triunfo da sua compatriota estreante Joyciline Jepkosgei no sector feminino.
Geoffrey Kamworor e estreante Joyciline Jepkosgei vencem maratona de Nova Iorque

Kamworor, de 26 anos, que em setembro estabeleceu o recorde mundial da meia-maratona em Copenhaga (58.01 minutos), cruzou a meta com o tempo de 02:08.13 horas e venceu pela segunda vez a maratona de Nova Iorque.

O segundo posicionado foi o seu compatriota Albert Korir, de 25 anos, com a marca de 02:08.36 horas, enquanto no terceiro lugar ficou o etíope Girma Bekele Gebre, de 26, com 02:08.38 horas.

A corrida masculina foi muito disputada e por volta do quilómetro 28 o grupo da frente integrava uma dúzia de atletas, que viria a ser reduzido a cinco após o 32.º quilómetro.

O etíope Lelisa Desisa, de 29 anos, apontado como um dos principais candidatos à vitória, vencedor da última edição e medalha de ouro nos Mundiais de Doah, desistiu à passagem do 11.º quilómetro.

No sector feminino, a queniana Joyciline Jepkosgei, de 26 anos, especialista nos 10 mil metros, fez história na maratona de Nova Iorque ao ser a primeira estreante, nos últimos 25 anos, a vencer a prova, em 02:22.38 horas.

A norte-americana Desiree Linden, de 36 anos, liderou o grupo da frente na primeira metade do percurso, mas o trio formado pelas quenianas Jepkosgei e Mary Keitany e pela etíope Ruti Aga atacou com força e acabou com as esperanças dos anfitriões.

A queniana Mary Keitany, de 37 anos, que era apontada como a principal favorita ao triunfo na prova que já ganhou por quatro vezes, terminou na segunda posição, com a marca de 02:23.32 horas, surpreendida pela potencia da sua compatriota Joyciline Jepkosgei nos últimos cinco quilómetros.

No terceiro lugar ficou a etíope Ruti Aga, de 25 anos, outra das atletas mais destacadas nesta edição depois de vencer este ano com a maratona de Tóquio, com um tempo de 02:25.51 horas.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Na Primeira Página

Pode gostar de ler