loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Crónica: Benfica opera reviravolta nos Açores e consolida primeiro lugar

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Facebook

Outras Notícias

Sondagem

Frederico Varandas deve pedir a demissão de presidente do Sporting?

O Benfica venceu hoje o Santa Clara, por 2-1, em jogo da 11.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, disputado em Ponta Delgada, num jogo em que os lisboetas estiveram a perder.
Crónica: Benfica opera reviravolta nos Açores e consolida primeiro lugar

O Santa Clara adiantou-se no marcador aos 17 minutos, por Carlos Júnior, enquanto o líder do campeonato apenas chegaria ao empate na segunda parte, através de Vinicius, aos 54, tendo Pizzi, aos 78, consumado a reviravolta e se destacado na liderança dos melhreos marcadores com oito golos, makis dois do que Anderson, do Famalicão, e Zé Luís, do Fc Porto.

Com este resultado, o Benfica mantém-se na liderança do campeonato com 30 pontos, enquanto o Santa Clara soma os mesmos 13 pontos com que partiu para esta jornada.

As cerca de 10 mil pessoas que encheram o estádio de São Miguel viram a primeira oportunidade de perigo a pertencer à equipa da casa. Aos quatro minutos, Osama Rashid, que na jornada anterior marcou praticamente da mesma zona frente ao Vitória de Setúbal (1-1), atirou colocado num livre, valendo Odysseas, que, com um grande 'voo', negou o primeiro no encontro.

Foi através de uma transição rápida que os açorianos chegaram ao golo. Minuto 17, Rafael Ramos trabalhou na ala direita, cruzou para o segundo poste e Carlos Júnior, em luta com André Almeida, foi mais forte e cabeceou para o fundo das redes de Odysseas.

O Santa Clara ficou mais confortável no jogo, perante um Benfica desinspirado, que pouco ameaçou as redes contrárias. Os açorianos mantiveram-se compactos na organização defensiva, não cedendo espaços para o campeão nacional explorar.

Nas raras vezes que o Benfica conseguiu superar a barreira formada pelo Santa Clara, sobretudo através de lances rápidos liderados por Cervi e Grimaldo, os lances não tinha seguimento e acabavam por não levar perigo para a baliza de Marco.

O Santa Clara, por seu turno, não perdia a concentração, com os jogadores a demonstrar grande solidariedade entre si. Os açorianos estiveram perto do segundo golo, aos 30 minutos, mas Zé Manuel, após lance na direita, não conseguiu acertar com as redes contrárias.

Para a segunda parte, Lage substituiu Florentino por Vinicius, na tentativa de levar a equipa para o ataque, mas foi o Santa Clara que começou melhor, dispondo de dois lances em que estiveram perto do golo. Primeiro, Zé Manuel, aos 48 minutos, dentro da área atirou à malha lateral. Depois, aos 50, Rashid, aproveitando uma falha de Jardel, rematou forte, colocando Odysseas à prova.

O Benfica iria ter o primeiro lance de perigo no jogo aos 52 minutos, num lance em que Rúben Dias 'dispara' dentro da área p

O lance 'acordou' o Benfica, que iria chegar ao golo aos 54 minutos. Lance de Pizzi no corredor direito, cruzamento largo para o recém-entrado Vinicius, que, sozinho, encostou para o fundo das redes do adversário.

A partir daí, o Benfica assumiu a 'despesa' do jogo, controlando a bola, mas sempre demonstrando dificuldades em criar oportunidades perigosas junto à baliza do Santa Clara.

Com o jogo a dar mostras de que caminhava para o empate, o Benfica marcou o segundo, num lance em que beneficiou de um passe errado de um jogador do Santa Clara. A bola sobrou para Seferovic, que a endossou para Pizzi fazer o 2-1.

No último 'sopro' do jogo, Ukra teve nos pés uma oportunidade flagrante para fazer o empate, mas o jogador dos açorianos atirou ao lado.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Na Primeira Página

Pode gostar de ler