loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Crónica: Benfica e Sporting da Covilhã empatam a um na Taça da Liga

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Facebook

Outras Notícias

Sondagem

Frederico Varandas deve pedir a demissão de presidente do Sporting?

O Sporting da Covilhã, da II Liga, impôs hoje em casa ao Benfica, líder da I Liga, um empate 1-1, em encontro da segunda jornada do Grupo B da terceira fase da Taça da Liga.
Crónica: Benfica e Sporting da Covilhã empatam a um na Taça da Liga

Gedson acertou na barra, aos 11 minutos, mas os golos só chegaram no segundo tempo, com Bonani, aos 46, a dar vantagem à equipa da casa, para, aos 82, Jota restabelecer o empate, que deixa os serranos provisoriamente na liderança do agrupamento.

A formação secundária soma os mesmos dois pontos do Benfica, mas tem mais golos marcados (2-2 contra 1-1), num grupo em que o Vitória de Setúbal e o Vitória de Guimarães, que somam um ponto, jogam quarta-feira no Bonfim pelo primeiro lugar.

Os serranos, com cinco alterações no ‘onze’, entraram pressionantes e criaram perigo cedo. Primeiro. ninguém desviou o cabeceamento de Jaime e, ainda aos quatro minutos, Jardel cortou o remate de Adriano.

Com o jogo aberto, intenso, os ‘encarnados’, em que apenas Rúben Dias se manteve em relação aos 4-0 ao Marítimo, estiveram perto do golo aos 11 minutos. Jota meteu a bola área e Rúben Dias tocou para Gedson, que, isolado, cabeceou à barra.

A partida continuou a ser jogada com intensidade e Bonani ripostou (19 minutos), para a defesa de Zlobin. O guardião russo voltou a ser decisivo a travar a investida de Adriano (25), na sequência de um contra-ataque.

A conseguir ser agressivo ofensivamente, o Sporting da Covilhã voltou a criar perigo, por Jean Batista, num lance cortado para canto por Jardel, até que o Benfica criou a segunda ocasião flagrante, aos 30 minutos, com Raul de Tomás (30 minutos), à figura de Bruno Bolas. Antes do descanso, Adriano atirou por cima.

No primeiro minuto do reatamento, o Sporting da Covilhã inaugurou ao marcador, com vários ressaltos em jogadores do Benfica, o último em Samaris, a isolar Bonani, que, na ‘cara’ de Zoblin, não perdoou.

A perder, o Benfica obrigou os serranos a recuar, aproximou-se mais vezes da baliza dos ‘leões da serra’ e beneficiou de várias jogadas de bolas paradas.

Aos 62 minutos, Nuno Tavares, num cruzamento-remate, acertou no poste direito e, no lance seguinte, o lateral esquerdo serviu Vinícius, só que o brasileiro chegou atrasado.

Adriano, aos 80 minutos, numa jogada individual, rematou ao lado do poste, mas foi o Benfica, que intensificou a pressão, quem mais procurou o golo e igualou a partida aos 82 minutos, por intermédio de Jota, de fora da área, após um canto.

Até ao apito final a formação de Bruno Lage tudo fez para desfazer o ‘nulo’, sem sucesso, com a principal ocasião a pertencer novamente a Jota, num remate ao lado do poste esquerdo.

Programa da jornada:

Sexta-feira, 4 de Outubro de 2019
Desp. Chaves - Santa Clara, 1 - 0

Sábado, 5 de Outubro de 2019
Paços Ferreira - Marítimo, 1 - 1
Portimonense - Rio Ave, 1 - 1

Segunda-feira, 7 de Outubro de 2019
Penafiel - Sp. Braga, 1 - 3

Terça-feira, 3 de Dezembro de 2019
Sp. Covilhã - Benfica, 1 - 1

Quarta-feira, 4 de Dezembro de 2019
V. Setúbal - V. Guimarães, 0 - 2
Gil Vicente - Sporting, 0 - 2

Quinta-feira, 5 de Dezembro de 2019
Casa Pia - FC Porto, 0 - 3

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Na Primeira Página

Pode gostar de ler