loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Moçambique: Costa do Sol vence Songo e sagra-se campeão do Moçambola

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Facebook

Outras Notícias

Sondagem

Frederico Varandas deve pedir a demissão de presidente do Sporting?

O Costa do Sol sagrou-se hoje campeão moçambicano de futebol pela 10.ª vez, ao receber e vencer a União Desportiva de Songo por 4-2, em jogo em atraso da penúltima jornada do ‘Moçambola’.
Moçambique: Costa do Sol vence Songo e sagra-se campeão do Moçambola

Com este triunfo, o Costa do Sol passou a totalizar 66 pontos, contra 60 da UD Songo, segunda classificada, quando estão apenas três em disputa, na última jornada da prova, não podendo, por isso, ser apanhado no topo da classificação.

Os ‘canarinhos’ entraram no jogo mais concentrados, embora sem a posse de bola, e chegaram ao primeiro golo logo aos sete minutos, num lance em que, numa distração dos centrais da UD Songo, a bola foi cruzada para o interior da área e Isac, capitão do Costa do Sol, empurrou para baliza adversária.

Os ‘hidroelétricos’ não desanimaram e empataram aos 27 minutos: Luís Miquissone, melhor marcador da prova em 2016 e capitão da UD Songo, aproveitou um mau corte da defensiva do Costa do Sol e, na ‘boca’ da área, rematou certeiro, sem hipótese de defesa para o guarda-redes ‘canarinho’.

Para o delírio dos adeptos da equipa da casa, Chawa, aos 32 minuto, voltou a adiantar o Costa do Sol, num cruzamento de Milton, que pôs em evidência uma vez mais as fragilidades da defensiva do bicampeão.

Pouco após o início da segunda parte, aos 59 minutos, Chawa bisou, na marcação de um livre direto, com o avançado malawiano a colocar a bola no canto direito da baliza da UD Songo, uma vez mais sem possibilidade de defesa para o guarda-redes dos ‘hidroelétricos’, Leonel.

Ao minuto 69, Eva Nga, que lidera a tabela de melhores marcadores, alargou a vantagem para 4-1 num contra-ataque rápido. A UD Songo ainda pediu o fora de jogo, mas o arbitro validou o golo.

Quando o Costa do Sol já ‘cantava’ vitória, Luís Miquissone, também através de um livre, voltou a marcar, aos 75 minutos, devolvendo alguma esperança ao UD Songo.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Na Primeira Página

Pode gostar de ler