loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Ricardo Sá Pinto: «Houve muito anti-jogo, que já estávamos à espera»

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Facebook

Outras Notícias

Sondagem

Quem vai vencer a Taça da Liga?

Declarações de Ricardo Sá Pinto, treinador do Sporting de Braga, após o jogo Desportivo das Aves-Sporting de Braga (1-0), da 13.ª jornada da I Liga de futebol, disputado hoje no Estádio do CD Aves, na Vila das Aves.
Ricardo Sá Pinto: «Houve muito anti-jogo, que já estávamos à espera»

"[O Aves] lutou com as armas com que lhe deixaram lutar. Em termos de jogo, limitou-se a chutar para a frente e a esperar por um erro nosso. Utilizou essa estratégia de agressividade nos duelos, num terreno mau para se jogar, em que tivemos de dar mais dois ou três toques do que o normal para poder dominar.

Não foi possível jogar o que queríamos e adaptar-nos ao terreno. O golo inicial criou-nos alguma ansiedade e não soubemos ser práticos e simples perante estas condicionantes. No final da primeira parte e no início da segunda criámos algumas oportunidades, mas a sorte e a felicidade não quiseram nada connosco.

Sou apologista de agressividade, com lealdade, mas hoje foi permitido demasiado. Houve muitas paragens que condicionaram a nossa dinâmica. Depois houve muito anti-jogo, que já estávamos à espera.

Até o próprio Aves ficou surpreendido com o golo que fez. Depois apostou em duelos e não soubemos reagir. O André [Horta] tem sido muito importante na nossa estratégia, mas o jogo não estava para ele, porque não estávamos a igualar o adversário nos contactos. Faltou um golo para entrar o jogo e ir à procura da vitória.

[Sobre a confusão entre Fransérgio e adeptos no final] Não percebi bem o que se estava a passar. Fui buscar o jogador como normalmente faço. Estamos tristes, porque queríamos aproveitar os deslizes dos adversários e eram três pontos muito importantes para continuar a subir na tabela".

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Na Primeira Página

Pode gostar de ler