loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Crónica: Famalicão nas ‘meias’ da Taça com golo perto do final da partida

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Facebook

Outras Notícias

Sondagem

Quem vai vencer a Taça da Liga?

O Famalicão venceu hoje no campo do Paços de Ferreira, por 1-0, num jogo decidido nos minutos finais e garantiu uma vaga nas meias-finais da Taça de Portugal, onde vai defrontar o Benfica.
Crónica: Famalicão nas ‘meias’ da Taça com golo perto do final da partida

O jogo, que teve mais Famalicão durante mais tempo, só ficou decidido aos 82 minutos, num atraso deficiente de Bruno Teles junto à área pacense bem aproveitado por Diogo Gonçalves, com um remate rasteiro e colocado a bater Simão Bertelli.

Os famalicenses foram mais dominadores, mas só conseguiram criar verdadeiro perigo no segundo tempo, o que também abona a favor da estratégia pacense, capaz de anular Gustavo Assunção na fase de construção e explorar transições rápidas para ameaçar a baliza de Vaná.

Pepa mudou seis jogadores em relação ao último jogo (nulo em Portimão), mas a equipa pacense respondeu bem e a espaços, sobretudo no primeiro tempo, conseguiu repartir o domínio, graças a um jogo mais direto e objetivo, tirando partido da velocidade de Uilton, Hélder Ferreira e Diogo Almeida.

João Amaral, pela primeira vez a titular, também entrava na equação, vigiando sem bola Gustavo Assunção e, assim, retirando espaço ao brasileiro do Famalicão na fase de construção, e funcionando como pivô na organização ofensiva da equipa.

Hélder Ferreira em duas ocasiões, aos 10 e 23 minutos, ainda assustou Vaná, substituto do castigado Rafael Defendi, pondo em sentido um Famalicão forte e seguro na posse, mas a revelar dificuldades em furar um esquema defensivo que juntava as linhas próximo da área de Simão.

O melhor que os famalicenses conseguiram neste período resultou de uma iniciativa individual de Fábio Martins, concluído com um remate forte de fora da área.

O intervalo fez bem ao Famalicão, que surgiu mais afoito e rápido no arranque do segundo tempo. Assunção conseguiu libertar-se mais da marcação, os laterais apareceram com outra frequência no apoio ao ataque, o que começou a dificultar as marcações por parte dos pacenses.

Rúben Lameiras, aos 56 minutos, deixou o primeiro aviso, com um remate cruzado a concluir uma bonita jogada coletiva do Famalicão, que voltou à carga pelo ‘apagado' Toni Martínez (57), Anderson (75) e Racic (77).

O Paços sentia agora mais dificuldade em conter o avanço contrário e quase se limitava a reagir, acabando por soçobrar num lance em que Diogo Gonçalves aproveitou uma falha defensiva para marcar, evitando o prolongamento, que Marco Baixinho, no tudo por tudo do Paços, já nos descontos, ainda ameaçou.

No final, gerou-se alguma confusão na saída das equipas, envolvendo elementos das duas equipas.

Com este triunfo, repetindo o que acontecera em 2014/15 (2-1), o Famalicão vai discutir o acesso à final da Taça com o Benfica, vencedor da eliminatória diante do Rio Ave (3-2).

Programa da jornada:

Terça-feira, 14 de Janeiro de 2020
FC Porto - Varzim, 2 - 1
Benfica - Rio Ave, 3 - 2

Quarta-feira, 15 de Janeiro de 2020
Paços Ferreira - Famalicão, 0 - 1

Quinta-feira, 16 de Janeiro de 2020
Ac. Viseu - Canelas 2010, 1 - 0

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Na Primeira Página

Pode gostar de ler