loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Ivo Vieira: «Merecíamos mais em termos de resultado»

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Outras Notícias

Sondagem

Com a vitória do FC Porto frente ao Benfica o campeonato está relançado?

Declarações de Ivo Vieira, treinador do Vitória de Guimarães, após a segunda meia-final da Taça da Liga de futebol, entre Vitória de Guimarães e FC Porto, disputado em Braga, que terminou com uma vitória dos 'dragões', por 2-1.
Ivo Vieira: «Merecíamos mais em termos de resultado»

"Tivemos aqui um jogo bem disputado, entre duas equipas que quiseram ganhar. O FC Porto é muito forte, uma equipa 'grande', mas o Vitória foi enorme, pelo que aconteceu na bancada, com os nossos adeptos. E merecíamos mais em termos de resultado. Depois de estarmos em vantagem (1-0), não poderíamos consentir o golo que sofremos. Foi um golo muito consentido. Numa altura daquelas, temos de ter mais nervo, mais arreganho, mais concentração. Nessa fase do jogo, poderíamos ter intranquilizado mais o FC Porto em transição, e o jogo poderia ser diferente.

Os jogadores lutaram pela ideia de jogo, contra uma equipa competitiva, forte, com pressão alta. Fizemos um golo. O FC Porto fez dois. Fizemos mais um golo, mas não vou comentar. Não vou falar sobre árbitros, vou falar de futebol. O nosso futebol precisa de saúde, precisa de liquidez para valer mais fora de portas. Quero tentar acrescentar ao futebol português com o meu trabalho.

É nítida a nossa dimensão, a nossa grandeza fora de campo. Dentro de campo, temos de ter outras respostas. Temos apresentado um nível razoável a bom nos jogos 'grandes', mas não temos estado à altura nos golos. A equipa tem ideia, tem organização, ataca muito, mas os ditos 'grandes' têm feito a diferença na finalização. Eu também preciso de tomar melhores decisões.

Não foi pelo meio-campo que não conseguimos desequilibrar mais o jogo a nosso favor. É difícil ganhar duelos e segundas bolas frente a uma equipa como o FC Porto. Há coisas em que ainda podemos melhorar, como o facto de o André André ainda estar com algumas rotinas em falta para acrescentar. Queríamos atrair os médios do FC Porto para podermos progredir pelas laterais e termos extremos a jogar por dentro. O FC Porto fez uma primeira pressão muito competente na primeira parte. No início da segunda parte, melhorámos e chegámos mais à área.

Temos uma equipa jovem, com dores de crescimento. A exemplo dos jogos com os 'grandes', a equipa foi crescendo na Liga Europa. Perdeu os primeiros três jogos, mas depois foi pontuando. Precisamos de crescer em alguns momentos do jogo. Pelo que produz, a equipa deveria ganhar mais vezes.

O Lucas [Evangelista] é um jogador que dá muito em prol da equipa, mas estava cansado, e a intenção [da substituição, aos 77 minutos] foi tirar o Lucas [Evangelista] para colocar o [Léo] Bonatini a '10' e o João Pedro a ponta de lança."

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Na Primeira Página

Pode gostar de ler