loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Covid-19

Râguebi: Seleção perde com a Geórgia no ‘Championship’ após quebra no final

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Após os primeiros jogos das competições nacionais e internacionais, quem está em melhor forma?

A seleção portuguesa de râguebi perdeu hoje com a Geórgia por 24-39, em Paris, num encontro da quarta jornada do Europe Championship, onde apenas ‘quebrou’ na ponta final perante a superioridade física do adversário.
Râguebi: Seleção perde com a Geórgia no ‘Championship’ após quebra no final

Ao intervalo, Portugal perdia por apenas três pontos de diferença (14-17), mas nos últimos 15 minutos não conseguiu encontrar argumentos para o poderio físico dos georgianos que, com este triunfo, sagraram-se tricampeão e alcançaram o 12.º título do seu historial.

A falta de concentração no período inicial voltou a ‘tramar’ a equipa portuguesa, que consentiu um ensaio logo ao terceiro minuto, mas a resposta dos lobos não se fez esperar, com um toque de meta da Manuel Cardoso Pinto (06 minutos), convertido por Dany Antunes, para igualar o marcador em 7-7.

A Geórgia ripostou com novo ensaio ainda antes do décimo minuto, mas Dany Antunes, com um novo toque de meta (22) que o próprio transformou, colocou Portugal pela primeira vez em vantagem no marcador (14-12), antes do terceiro ensaio georgiano levar os visitantes em vantagem para o descanso (14-17).

Logo a abrir o segundo tempo (41), João Belo fez o terceiro ensaio da tarde para os lobos e a transformação de Antunes recolocou Portugal a vencer por 21-17. O extremo do Massy voltou a rubricar uma exibição positiva (14 pontos) e respondeu a novo toque de meta georgiano com uma penalidade (64) que colocou, pela última vez, a seleção portuguesa na frente (24-22).

Depois sobressaiu o maior poderio físico do adversário, que no râguebi se costuma notar especialmente nos 20 minutos finais, e os georgianos assinaram mais três ensaios que lhes permitiram vencer por uma margem dilatada e somar o ponto de bónus ofensivo graças aos sete ensaios obtidos.

Apesar do desaire, Portugal manteve o segundo lugar no ‘Championship’, com os mesmos nove pontos que a Espanha, que venceu na Bélgica (30-23), e vai discutir com o histórico rival, em Madrid, o estatuto de vice-campeão europeu, na partida da última jornada, no domingo.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página