loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Covid-19: Louis van Gaal critica vontade do Ajax em cancelar o campeonato

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

É justa a medida do Governo em autorizar o regresso I Liga e impedir a II Liga?

O treinador holandês Louis van Gaal criticou hoje os clubes que pedem o cancelamento dos campeonatos devido à pandemia da covid-19, e considerou que «no desporto, o vencedor é encontrado em campo».
Covid-19: Louis van Gaal critica vontade do Ajax em cancelar o campeonato

Van Gaal censurou o pedido do Ajax, atual líder da Liga holandesa de futebol, para que se cancele definitivamente o campeonato, e disse ao jornal Algemeen Dagblad que “há clubes que usam a crise do novo coronavírus para o seu benefício”.

“A UEFA e a FIFA estão dispostas a ajustar regras e oferecer margens. Assim, começaremos a trabalhar. Vai ser possível alargar a próxima época com mais jogos na semana”, adiantou o ex-treinador, de 68 anos, retirado da competição.

A posição da UEFA e da própria Federação Holandesa (Eredevisie), de recomeçar a época em junho, choca com a do Ajax, com o vice-presidente Marc Overmars a considerar que as instituições estão a colocar os interesses económicos acima da saúde dos jogadores e dos seus familiares.

O antigo treinador, campeão europeu precisamente com o Ajax, em 1995, entende que estarão criadas condições para a retoma da Liga holandesa assim que a autoridades sanitárias deem o seu aval.

“Não pode acontecer que depois de 25 jornadas se faça um acordo para que o Ajax seja campeão. O AZ Alkmaar tem o mesmo número de pontos e já completámos três quartos da época. Isso não importa? Não é tido em conta?”, argumentou ainda o holandês.

Esta semana a Liga de futebol belga anunciou que irá propor em assembleia-geral o fim do campeonato com a classificação atual [que dará o título ao Club Brugge], e dias depois a UEFA disse ser "prematuro e injustificado" terminar campeonatos.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de um milhão de pessoas em todo o mundo, das quais quase 60 mil morreram. Dos casos de infeção, mais de 211 mil são considerados curados.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página